sábado, 30 de novembro de 2013

Mari Antunes e Marcio Vitor movimentam noite de Salvador


Fotos Fred Pontes- Divulgação

Dois grandes ensaios de verão movimentaram a cidade de Salvador nesta sexta-feira (29) na capital baiana. A banda Babado Novo com sua nova cantora Mari Antunes, abalou uma casa noturna em Salvador para os ensaios do Bloco Papa e esgotou os ingressos.


A banda Psirico, liderada pelo cantor Márcio Vitor, cantou na festa Abençoado realizada no hotel Stela Maris e também teve seus ingressos esgotados. No camarim o cantor do Psirico foi surpreedindo com um beijo de uma fã na boca após sua apresentação.


Os ensaios do Psirico começa dia 19 de dezembro ate o carnaval.

Confira algumas fotos:


Ópera Pagliacci estréia e encanta público do TCA


FOTO: Uran Rodrigues

Quase 200 artistas em cena remontam cenário de espetáculo circense do século XIX na Itália. A montagem fica em cartaz até domingo (1º.)

Palhaço, Colombina e Arlequim encantaram o público que lotou o Teatro Castro Alves, nessa sexta-feira, durante a estreia da ópera Pagliacci. Os cantores líricos que dão vida às personagens, o coro da Associação Lírica da Bahia (Alba), a Orquestra Sinfônica da Bahia e artistas do circo Picolino envolveram a plateia em um enredo que mistura humor, ciúmes, paixão e tragédia. O espetáculo fica em cartaz até domingo (1º).

Do compositor italiano Ruggero Leoncavallo (1858/1919), a tragédia épica, em um ato e dois quadros, é baseada no esquema familiar com atores assumindo papéis autênticos da vida real. Sob a regência do maestro José Maurício Brandão e direção de Francisco Mayrink, direção de cena de Elisa Mendes e produção de Virgínia Da Rin, a ópera Pagliacci reúne, ainda, músicos convidados.

A montagem, inédita em Salvador, conta com apoio cultural da Fundação Cultural do Estado da Bahia e do Teatro Castro Alves e apoio financeiro do Fundo de Cultura da Bahia, através do Governo do Estado da Bahia/Secretaria da Fazenda e Secretaria de Cultura..

SERVIÇO

Espetáculo: PAGLIACCI, de Ruggiero Leoncavallo (1858/1919)

Data: dias 29 e 30 de novembro e 1º de dezembro

Local: Teatro Castro Alves (Praça Dois de Julho, s/n, Campo Grande, Salvador - Bahia – Brasil)

Horário: todos os dias às 20h

Valor dos ingressos: R$50,00 (inteira) R$ 25,00 (meia)

Classificação: 12 anos

Vendas: nas bilheterias do TCA, de domingo a domingo, das 12h às 18h; SAC Barra, segunda a sexta, das 12h às 17h30; SAC Iguatemi, segunda a sexta, das 12h às 18h30. Os postos do SAC funcionam aos sábados das 8h30 às 12h30. Evite a ação de cambistas: Adquira seu ingresso em uma das bilheterias.

Mais informações: Bilheterias do TCA: (71) 3117-4899 / SAC Shopping Barra (71) 3264-5955 /SAC Shopping Iguatemi (71) 3450-5922

Aconteceu anteontem (28) a primeira performance do ator italiano Marcelo Scuderi sobre as obras do artista plástico baiano Saulo Portela


Fotos: Mateus Pereira.

Radicado em Paris-França há duas décadas, Portela retorna a Salvador com cores vibrantes em uma mostra abstracionista e performances cênicas.

Aconteceu anteontem (28) a primeira performance do ator italiano Marcelo Scuderi sobre as obras do artista plástico baiano Saulo Portela. Em duas apresentações, de 40 minutos cada, o público pôde experimentar um passeio à obra abstracionista com riqueza cênica através de uma imersão de áudio, cores, luz, voz, corpo e movimento. Muito emocionado, Saulo Portela descreveu as apresentações desta quinta como muito belas. "Apesar da chuva, muitas pessoas vieram marcar presença. O retorno do público foi excelente", afirmou o artista.


Convidado pelo Palacete das Artes, o baiano Saulo Portela comemora duas décadas de pintura em exposição com entrada franca que vai até 08 de dezembro, na Galeria Mansarda. O trabalho do artista, que mora e produz em Paris desde a década de 1990, está reunido em 20 telas feitas em tinta acrílica, que inspiraram os poemas do livro Ut pictura poesis. O título do livro significa, literalmente, "Em pintura como em poesia”, pois traz poemas que nasceram da apreciação dos quadros de Saulo por diversos artistas internacionais em saraus literários conduzidos nos círculos culturais da vanguarda parisiense.

Agora, estes poemas ganham vida em performances do ator e diretor franco-italiano Marcello Scuderi. “Ut pictura poesis” é um livro com universos diferentes, onde os autores se questionam sobre os quadros, sua existência, sua materialidade. Certo dia, Saulo Portela me deu este livro para ler. Lendo-o me veio a pergunta: e se eu desse voz e corpo a estes poemas?”, explica Marcello Scuderi sobre a performance.

A segunda edição do projeto acontece no dia 05/12, em duas apresentações gratuitas, às 19h e às 20h, para 50 pessoas cada. As performances de Scuderi, intituladas Ida Simples para Saulo Portela, duram 20 minutos e trazem encenação e diálogo entre o ator e a obra de Saulo Portela, que também está presente na performance.

Sobre a exposição Saulo Portela – A mostra com entrada franca fica em cartaz na Galeria Mansarda e poderá ser visitada de terça a sexta-feira, das 13h às 19h, e aos sábados, domingos e feriados, das 14h às 19h, até o dia 8 de dezembro.

Serviço:

O quê: Performance Ida Simples para Saulo Portela, com Marcello Scuderi

Datas e horários: 05/12, às 19h e às 20h

Onde: Palacete das Artes – Rua da Graça, 284 – Graça

Entrada franca

sexta-feira, 29 de novembro de 2013

NOTA DE ESCLARECIMENTO | OITO7NOVE4

Resposta da assessoria em relação ao caso do suposto plágio da música "Pedida Perfeita":

Em resposta ao site Bahia Notícias, que levantou a suspeita de plágio pela banda Oito7Nove4 com relação à música “Pedida Perfeita”, esclarecemos o seguinte: a música, composição do baiano Cássio Sampaio, de Feira de Santana, é exclusiva da Oito7Nove4 no Brasil e foi gravada em sua versão ORIGINAL por Rafa e Pipo Marques. A banda tem autorização do compositor, assim como a dupla francesa Flavel & Neto, que tem exclusividade da versão em francês, no país de origem deles.

Vale destacar que esse tipo de ação é normal no universo musical e outras bandas, desde sempre, gravam canções que viram ou não sucessos em outras vozes, como é o caso de Grito de Guerra, do Chiclete com Banana, gravada posteriormente por artistas mexicanos.

O contrário, de artistas brasileiros gravarem versões de canções internacionais, também é normal e frequente há bastante tempo, como Famo$a, de Cláudia Leitte (versão de Billionaire, do norte-americano Travie McCoy), É Isso Aí, de Ana Carolina (versão de The Blowers Daughter, de Damien Rice) e Não Chore Mais, de Gilberto Gil (versão de No, Woman, No Cry, eternizada por Bob Marley).

A Oito7Nove4 não compartilha de atitudes como a apontada pelo site baiano e condena, inclusive, a prática do plágio.

Coletiva de imprensa com secretário de Cultura Albino Rubim - Lançamento da Bienal da Bahia

O secretário de Cultura do Estado da Bahia, Albino Rubim, receberá a imprensa nesta segunda-feira, 2, às 9h, para uma entrevista coletiva. O evento acontece no Casarão do Museu de Arte Moderna da Bahia (MAM-BA) e marca o lançamento da 3ª Bienal da Bahia - que acontece de 29 de maio a 4 de setembro de 2014. Além do secretário, estarão presentes a coreógrafa Lia Robatto, que participou da 1ª Bienal da Bahia (1966), e os artistas Gaio e Ayrson Heráclito.

"A Secretaria de Cultura da Bahia acredita que, neste ano, o Brasil e a Bahia devem ter uma grande visibilidade, inclusive por conta da realização da Copa do Mundo. Neste sentido, entendemos que a Bienal apresenta para o mundo e para a Bahia a nossa e muitas outras culturas. A terceira Bienal continua processos interrompidos pela ditadura que, em 1968, fechou a segunda Bienal da Bahia. Resgatar a história e estar sintonizada com a contemporaneidade são dois bons desafios para uma Bienal", afirma o secretário.

O diretor do MAM-BA, Marcelo Rezende, foi convidado pelo secretário para conduzir a produção e a realização da Bienal em 2014, juntamente com um conselho curatorial. A bienal internacional da Bahia foi instituída por decreto em 2009. “Uma bienal não é uma exposição, são vários projetos e acontecimentos. Significa também conviver com a arte, experimentá-la. O estado da Bahia decidiu recuperar uma história que foi interrompida em 1968”, afirma Rezende, referindo-se à 2ª edição do evento, que foi fechada pela Ditadura Militar dois dias após sua abertura. O diretor participou da 28ª Bienal de São Paulo, em 2008, com a criação da plataforma curatorial 28b. A nova bienal substitui o Salão da Bahia, organizado pelo MAM durante 16 anos.

Após 46 anos, a Bahia terá novamente uma Bienal que, durante 100 dias, contará com exposições e atividades educativas que vão ocupar diferentes espaços culturais e sociais da capital e do interior do estado. Marcelo Rezende, que integra a direção geral da Bienal, ressalta que as ações serão distribuídas não só pelos museus de Salvador e centros culturais do estado, mas acontecerão também na Biblioteca Pública do Estado da Bahia, nas universidades e em outros locais expositivos, inclusive residências e espaços menos convencionais.

É tudo nordeste? é a indagação que move o projeto curatorial, o conceito central que percorre todas as ações, exibições, projetos e encontros da 3ª Bienal da Bahia. A questão impõe um ato de aproximação da produção cultural e artística da região, em suas mais diversas perspectivas: o Nordeste como condição geográfica, construção histórica e ainda como potente peça do imaginário.

História das Bienais – Promovida pelos artistas Juarez Paraíso, Chico Liberato e Riolan e com o apoio do governo da Bahia, a 1ª edição do evento – denominada 1ª Bienal Nacional de Artes Plásticas – foi realizada em 1966. A proposta era descentralizar a produção de arte no Brasil, ao mesmo tempo em que afirmava o diálogo do cenário baiano e nordestino com as obras e os artistas nacionais.

Com a 1ª Bienal, Salvador se torna, então, um centro regional para discussão da arte, após um rico contexto cultural delineado desde a década de 1930. Hélio Oiticica, Lygia Clark, Rubem Valentim e Rubens Gerchman foram os premiados da primeira edição, que teve ainda a participação de Calasans Neto, Emanoel Araújo e Mario Cravo Neto.

A 2ª Bienal de Arte da Bahia, realizada em 1968, foi fechada dois dias após a abertura. Após um mês, reabriu com dez obras a menos, pois haviam sido consideradas subversivas pela Ditadura. Desde então, as Bienais Nacionais de Artes Plásticas da Bahia, ou apenas Bienais da Bahia, não ocorreram mais. Uma recordação recente veio em 2008, com a Escola de Belas Artes da UFBA. A instituição realizou um encontro a fim de relembrar o movimento das artes na Bahia e no Brasil.

Lançamento da 3ª Bienal da Bahia - Entrevista coletiva com o secretário de Cultura do Estado da Bahia, Albino Rubim

Convidados: Lia Robatto e Gaio

Onde: Casarão do Museu de Arte Moderna da Bahia (MAM-BA)

Quando: Segunda-feira, 2 de dezembro

Horário: 9h

Natura apresenta projetos que receberão patrocínio do Natura Musical em 2014

Artistas em diversas fases da carreira, de revelações a ícones da música brasileira, projetos de formação, difusão e preservação do legado musical vão receber apoio para a gravação de discos, DVDs, realização de turnês, workshops e publicação de livro e acervo digital.

O Natura Musical, programa de valorização da música brasileira da Natura com oito anos de atuação, vai patrocinar no próximo ano 23 novos projetos de artistas de São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Bahia, Pernambuco, Paraíba e Pará. As propostas foram escolhidas entre 3493 inscritas no edital nacional e editais regionais em Minas Gerais, Bahia e Pará. Por meio dos editais, são selecionados projetos de diferentes formatos para receber o apoio do programa em acordo com as Leis Rouanet e do Audiovisual, em nível nacional, e a Lei do ICMS em Minas Gerais, Bahia e no Pará.

Com atuação multiplataforma, o programa patrocina CDs, DVDs, livros, shows, turnês, pesquisas, documentários, exposições, resgate de acervos e mantém uma plataforma digital (www.naturamusical.com.br) voltada para a difusão da música brasileira. Desde novembro, o portal oferece uma rádio com 24 horas de programação diária, produzida em parceria com a Rádio Eldorado, que hospeda a rádio Natura Musical no Território Eldorado.

Os projetos inscritos passaram por uma etapa de avaliação técnica, que julgou as propostas com base nos critérios do programa: adequação ao conceito do Natura Musical, potencial de visibilidade e de mobilização de público, democratização do acesso, relevância cultural, excelência, inovação, visibilidade e custo benefício. Para a seleção, em cada edital houve uma comissão de especialistas independente, formada por Pena Schmidt, que participou de todas as comissões, Hugo Sukman e Yuri Freiberger, no Edital Nacional; Terence Machado e Thiago Costa (DJ Thiagão), no Edital Minas Gerais, Gil Vicente Tavares e Márcio Meirelles, no Edital Bahia, Pio Lobato e Ná Figueiredo, no Edital Pará.

As propostas recomendadas pela comissão foram submetidas à análise e escolha final da Natura. Segundo Monica Gregori, diretora de Marcas e Marketing Corporativo da Natura, as escolhas do Natura Musical buscam uma síntese entre a representação da diversidade musical brasileira e excelência musical. “Buscamos dar voz a expressões de nossa cultura musical tradicional e contemporânea“, explica Monica. “Grande parte do nosso papel é contribuir para destacar projetos de relevância cultural e artística”, acrescenta.

Uma das vertentes do programa é o apoio a artistas emblemáticos e a projetos icônicos da música brasileira que em 2014 se traduz pela realização de turnê e gravação de DVD do espetáculo Cordas, Gonzaga e Afins, de Elba Ramalho (PB) acompanhada pelo grupo instrumental SaGrama, pelo sanfoneiro Marcelo Caldi e pelo quarteto de cordas Encore em homenagem a Luiz Gonzaga e outros compositores da música brasileira.

Outra artista de grande público e carreira consolidada entre os selecionados de 2013 é Fernanda Takai (MG), que vai gravar o quarto CD de sua carreira solo e realizar shows de lançamento. Mais um projeto que promete repercussão em 2014 é a gravação e lançamento de um novo álbum da Nação Zumbi (PE), após sete anos sem gravar um disco exclusivamente da banda com inéditas.

O Natura Musical contemplará também artistas cuja obra tem papel relevante na história da música brasileira a serem patrocinados pelo programa em 2014 são Monarco e a Velha Guarda da Portela, reunidos no projeto Passado de Glória (RJ) para a gravação de um CD e shows de lançamento; Gerônimo e Orquestra (BA) para a gravação de CD e shows de lançamento e Mestre Solano (PA), em turnê do disco recém-lançado pelo programa.

Despertando grande interesse do público e da crítica, o programa selecionou artistas com trabalhos promissores para o ano de 2014. Entre eles, o grupo 5 a Seco (SP), a banda instrumental Dibigode (MG), as cantoras Érika Machado (MG) e Manuela Rodrigues (BA), o compositor Zé Manoel (PE) e o duo de rock paraense Strobo 2.0 (PA). Entre as revelações estão também Felipe Cordeiro (PA) e Juliana Sinimbu (PA), que ano que vem realizam turnês de lançamento de seus novos álbuns – Se apaixone pela loucura do seu amor e Una, respectivamente. Outras grandes apostas do programa são o projeto Vinil é Arte (MG), que fará o lançamento de um vinil e quatro festas de divulgação, o duo Dois em Um (BA) e a cantora Karla da Silva (RJ), que foram contemplados com turnês pelo país e gravação de DVD.

Os projetos de documentação e preservação de legado a serem realizados em 2014 com o apoio do programa são a publicação do livro Lira Paulistana (SP); a digitalização do Acervo Batatinha (BA), gravação e lançamento do CD do bandolinista da Ilha de Marajó Adamor do Bandolim, Lágrimas da minha ilha (PA); a gravação e show de lançamento de CD com a tradição musical dos ambulantes Pregões – Melodia das Ruas (PA) e a nova etapa do projeto Mestres Navegantes Edição Pará (PA), com pesquisa e registro em CD da obra de mestres populares do estado. Difusão do conhecimento e formação musical também são o foco da Rumpilezzinho (BA), projeto de Letieres Leite dedicado à criação de material didático e workshops para jovens de Salvador e interior.

Projetos/artistas selecionados editais 2013

Os artistas selecionados realizarão shows em 18 cidades, entre capitais e interior: São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Salvador, Belém Curitiba, Recife, Brasília, Fortaleza, Abaetetuba (PA), Santo Amaro (BA), Vitória da Conquista (BA), Ilhéus (BA), Juiz de Fora (MG), Ipatinga (MG), Uberlândia (MG), e Outo Preto (MG).

EDITAL BAHIA

Gerônimo e Orquestra – O projeto contempla a gravação de DVD de Gerônimo com a Orquestra Afro Sinfônica do maestro Bira Marques e circulação por três cidades – Salvador, Santo Amaro e São Paulo. Gerônimo é uma entidade da música baiana. Tocou percussão no trio elétrico de Dodô e Osmar, e nos anos 80 teve grande reconhecimento quando sua música "É D'Oxum" foi incluída na trilha da minissérie "Tenda dos Milagres", da TV Globo. Seu maior sucesso foi em 1987, com a música "Eu Sou Negão", considerada um dos marcos iniciais da axé music. Na esteira da moda da lambada e do fricote, seu estilo com influências caribenhas foi exportado para a Europa. Há pelo menos dois anos, o músico vem se aproximando da Orquestra Afro Sinfônica, grupo formado pelo maestro Bira Marques.

Manuela Rodrigues – A cantora irá gravar seu 3º disco e realizar turnê de lançamento em São Paulo, Salvador e Belo Horizonte. A cantora e compositora vem chamando a atenção da crítica e tem tudo para levar suas melodias inusitadas a um público maior em 2014. É formada em canto lírico na UFBA e foi corista da Orquestra Sinfônica local. Foi estudar música em New Orleans, um dos principais redutos do jazz no mundo. Toda sua música é baseada neste universo de canto lírico, jazz e influência baiana.

Dois em um – O Dois em Um é um duo formado pelo compositor, músico e experiente produtor Luisão Pereira e a cantora e violoncelista Fernanda Monteiro. O primeiro disco lançado em 2009 foi recebido positivamente pela crítica e recentemente lançaram “Agora”, seu segundo álbum. O show desse álbum será registrado em DVD e uma websérie de dez episódios. O projeto também circula por São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte e Salvador. Luisão fundou a banda Cravo Negro nos anos 80 e nos 90 a banda Penélope, conseguindo sucesso considerável com as duas bandas. Produziu também discos e shows de artistas como Los Hermanos, Nação Zumbi e Mombojó. O som do Dois em Um remete a algo calmo e tranquilo, passando da bossa nova a ritmos do post rock.

Rumpilezzinho – O projeto consiste na sistematização da pesquisa do compositor e pesquisador Letieres Leite, aplicada à formação de jovens músicos e aprofundamento de público interessado em música. A pesquisa será transformada em livro e o projeto ainda contempla um curso de capacitação para jovens da região de Salvador, além de workshops em Vitória da Conquista, Ilhéus e Feira de Santana.

Acervo Batatinha – Batatinha pode ser considerado um dos precursores da música baiana. Nasceu em 1924 e já começou a tocar no fim dos anos 30. É considerado um dos maiores compositores do samba, ao lado de Nelson Cavaquinho, Wilson Baptista, Cartola e outros bambas. Músicas como “A Hora da Razão” foram gravadas por artistas que vão de Caetano Veloso a Timbalada. O projeto contempla o resgate, restauro e digitalização dos fonogramas do sambista e outros conteúdos sobre sua vida e trajetória, além da publicação de um songbook e da realização de shows em sua homenagem em duas cidades.

Natura Musical ultrapassa a marca de mil produtos culturais patrocinados

O Natura Musical, programa da Natura de apoio à música brasileira, completou oito anos em 2013, ocupando um papel singular no cenário de patrocínio cultural do país. Com mais de 200 projetos patrocinados, o programa apoiou, desde 2005, a realização de 924 shows, 77 CDs, 17 DVDs, 16 livros e 4 filmes e se converteu numa plataforma de renovação da música brasileira. Nos últimos anos, participou ativamente do lançamento e consolidação de alguns dos mais representativos nomes da nova geração, com a gravação de discos e patrocínio de artistas como Tulipa Ruiz, Marcelo Jeneci, Karina Buhr, Marcia Castro, Lurdez da Luz, Felipe Cordeiro, Luê, Marcela Bellas, Céu e Roberta Sá. Ao mesmo tempo, financia projetos emblemáticos de ícones da música brasileira como Gilberto Gil, Milton Nascimento, Ney Matogrosso, Marisa Monte e Tom Zé, Gilberto Gil, Lenine, Arnaldo Antunes, Carlinhos Brown, Beto Guedes e Lô Borges.

No campo do resgate e legado, já patrocinou projetos como a organização, recuperação e digitalização de acervos da pianista Chiquinha Gonzaga, do músico Ernesto Nazareth, de Gilberto Gil e de Dorival Caymmi e a produção dos documentários “A Música Segundo Tom Jobim” e “O Mistério do Samba”. O Natura Musical passou a ocupar também posição central na preservação e difusão da música de raiz (de vertente regional, folclórica ou de caráter histórico e antropológico) em projetos que valorizam a cultura regional como o Grupo Uirapuru, Mestres Navegantes, A Música das Cachoeiras, Jongos do Brasil, Mestres da Guitarrada, Projeto Pantanais e Pífanos do Congado.

Sua vitrine é o Festival Natura Musical, com shows gratuitos, em espaços públicos e line-up exclusivamente nacional. A terceira edição do evento levou este ano a Belo Horizonte artistas como Caetano Veloso, Paralamas do Sucesso, Paulinho da Viola e a Velha Guarda da Portela, Lenine, Marcelo Jeneci e Tulipa Ruiz para uma maratona de doze horas de shows de graça em duas praças da cidade, atingindo um público de 50 mil pessoas. Ainda no âmbito da difusão, o portal Natura Musical tem uma média de 35 mil visitantes e mais de 1.000 downloads por mês. Seus canais nas redes sociais atingem 1.227.770 seguidores.

A Natura optou pelo apoio à música por acreditar que essa manifestação artística reflete a razão de ser da empresa, o “Bem-Estar Bem”. O foco em música brasileira foi a decisão natural para reforçar a brasilidade da marca. A ideia surgiu num momento de profundas transformações da indústria fonográfica, fragilizada com o advento dos novos modelos de consumo e compartilhamento de música na internet. As gravadoras perderam recursos e deixaram de investir na produção de novos nomes para apostar apenas no consagrado e no popular de massa. Assim, o programa nasceu com o objetivo de estimular a cadeia da música em suas mais diferentes vertentes de produção e consumo, contribuindo para a viabilização de projetos de grande valor simbólico para a cultura e o público.

No portfólio de 2013 estão a turnê e gravação do CD dos 40 anos de carreira de Ney Matogrosso, o lançamento do DVD Travessia, registrando os 50 anos de carreira de Milton Nascimento, o lançamento do novo álbum de Arnaldo Antunes e a turnê e gravação de CD de novos nomes da música brasileira como Marcelo Jeneci, DJ Dolores, Felipe Cordeiro, Lia Sophia e turnês como as de Marcia Castro, Siba, Lurdez da Luz. Além disso, o programa apoia dez projetos da cena paraense, uma das mais efervescentes do momento, o lançamento de um álbum em tributo ao Pixinguinha (feita pelo bandolinista Hamilton de Holanda), o documentário Dominguinhos Volta e Meia e a biografia do sambista Wilson Baptista, entre outros projetos.

PRAIA DO FORTE FESTEJA A OITAVA EDIÇÃO DE SUCESSO DO FESTIVAL TEMPERO NO FORTE


FOTOS: MARCUS CLAUSSEN.

Alegria, gastronomia e arte foram os ingredientes principais da noite de abertura do VIII Festival Tempero no Forte e V Festival Arte e Cultura, ontem, 28, na charmosa vila de pescadores do Litoral Norte, Praia do Forte. O início do Festival foi marcado pelo tradicional cortejo das baianas que percorreu a vila contagiando moradores da comunidade local e turistas, que se agregaram ao grupo fazendo um verdadeiro ‘abre-alas’ do Festival.


Para dar as boas vindas e apresentar ao público as novidades do Tempero no Forte desse ano, que acontece até o dia 8 de dezembro, a dupla de organizadoras e idealizadoras do evento, Djanira Dias da 2D Marketing Promocional e a chef Tereza Paim, projetaram em dois grandes telões, no Palco Música com Tempero, imagens de todos os restaurantes participantes, dos chefs envolvidos e dos pratos que serão as estrelas do evento.


A primeira noite do badalado Festival, que integra o calendário de eventos do município de Mata de São João, onde fica a vila de Praia do Forte, contou com a presença dos diversos chefs de restaurantes da localidade, de Salvador e de outros estados. Esses profissionais já preparam seus instrumentos de trabalho para colocar a mão na massa a partir dessa sexta, 29, quando iniciam a apresentação dos pratos criados especialmente para o VIII Tempero no Forte, cujo tema, este ano, é a carne.


Dentre as atrações da primeira noite, animaram o público presente grupos de Terno de Reis e Roda de Tambor e a Roda de Capoeira do Grupo Zambiacongo, dentre outras manifestações culturais comandadas pela comunidade local. Na programação dessa sexta-feira, 29, o destaque será a Cozinha Show que terá aulas gratuitas de gastronomia para o público, ministradas por chefs participantes como Fabrício Lemos do restaurante Al Mare, Richard James do Ciranda Café e Luciano Chaves da Nestlé Professional, entre outros. Toda a programação do Festival está no site http://temperonoforte.com.br/2013/.

Confira alguns cliques:






FESTA SQUARE MDNA


Para celebrar o sucesso dos shows vistos por mais de 2 milhões de pessoas em quase 30 países, a pista pop mais fervida da cidade convida você para a festa oficial do "Circuito MDNA World Tour". Uma noite para celebrar a DIVA MADONNA com todos os seus sucessos que agitaram e agitam gerações sob comando dos nossos DJs Paulo Góes e Chalub. No dia 30 novembro de nov, na San Sebastian Salvador.

Venha turbinar a sua balada nesta noite dedicada à rainha do pop e à turnê mais lucrativa do ano passado, com sorteios de brindes e sets especiais!

● LINE UP

- DJ Chalub

- DJ Paulo Góes


● FESTA OFICIAL MDNA WORLD TOUR - SALVADOR

- San Sebastian Salvador

- Popline

- Universal Music

- HEY


INGRESSOS:

Sem lista: R$35

Com lista: R$25 (até 1h30)

Através das fanpages Square ou Hey: VIP até 1h30


LISTA E INFORMAÇÕES:


● Fanpage oficial Pista Square:

www.fb.com/pages/Square/512052152165579


● Fanpage Hey:

www.fb.com/HeySalvador

Circuito das festas oficiais MDNA WORLD TOUR: http://portalpopline.com.br/circuito-de-festas-mdna/

Dinho Bandeira e Luzia Moraes em parceria na Bahia e em São Paulo


Os produtores e empresários Dinho Bandeira e Luzia Moraes firmaram parceria forte, os dois receberam o Prêmio Medalha de Ouro: Qualidade Brasil, no dia 10 de dezembro no Cerimonial Villa Toscana e seguem direto para São Paulo para assinarem a produção do show de Moraes Moreira e exposição de ilustrações do artista plástico Bel Borba, em São Paulo. A dupla ainda está em parceria promovendo diversas ações do Natal Sem Fome, em Salvador. Confiram mais dados sobre o evento em Sampa:


O cantor, compositor e escritor Moraes Moreira lançará o livro ABC de Jorge Amado, em São Paulo na Galeria Olido – Sala Olido, no dia 13 de dezembro (sexta-feira), às 20h. O livro foi escrito em parceria com Fred Góes com ilustrações de Bel Borba. O evento terá exposição de Bel Borba dos originais das ilustrações do livro, no foyer da galeria e pocket show de Moraes Moreira.

O livro vem acompanhado de um CD com a música: Feito Jorge ser Amado, composição de Moraes e Fred Góes que inspirou a criação do livro. Moraes Moreira além de cantar a música; declama as estrofes do Cordel do Livro com o luxuoso fundo musical de Armandinho Macêdo. Unimos três linguagens artísticas (literatura, artes plásticas e música) em um só produto.

Lançamento do livro ABC de Jorge Amado (Moraes Moreira e Fred Góes)
Local: Galeria Olido – Sala Olido . Avenida São João, 473
Telefones: 3331-8399 ou 3397-0171
Data: 13 de dezembro de 2013
Horário: às 20h
Entrada Gratuita: Retirada de convites 1 hora antes do evento

Produção: Dinho Bandeira

Produção Executiva: Luzia Moraes
Apoio: Secretaria Municipal de Cultura de São Paulo

Pop up Shop


Fotos: Yuji Sogawa.

Aconteceu hoje o pré-lançamento da Batabunita, marca do querido Sandro Lopez Stylist de Saulo Fernandes, que vem para deixar todos "bunita" #eudissebunita @batabunita.


A partir deste verão, Salvador vai contar com um novo conceito em moda. Batabunita é o nome da nova marca de T-shirts, assinada pelo Stylist e Produtor de moda Sandro Lopez. A marca surge com uma proposta de estilo conectada com as novas gerações, para dialogar com a sociedade Pop Interativa, que está conectada com o mundo na palma da mão.


A primeira coleção surge de uma inspiração direta da Pop Arte.Por isso, as T-shirts estampam letras de música, fotos e imagens do universo pop, autorizadas por seus autores, como Márcio Melo, Saulo Fernandes, Chico Brasil e Yuji Sogawa. É a geração que respira o amor, aspira liberdade, derruba preconceitos, luta pelos seus direitos e propõe novas formas de interação. O pré-lançamento será nos dias 29 e 30 de novembro e 01 de dezembro, na Pop Up Shop. O site da marca será lançado no dia 5 de dezembro.

Confira algumas fotos:






MARCA DE ROUPA E PRUDENCE DISTRIBUEM PRESERVATIVOS NO DIA MUNDIAL DE COMBATE À AIDS


Foto: Uran Rodrigues.

Neste domingo, dia 1º de dezembro, Dia Mundial de Combate à AIDS, a Levi's mais uma vez se mobiliza para essa causa tão importante. Em parceria com a Prudence - uma das principais fabricantes de preservativos do mundo - as marcas se unem para esse ato a favor da vida e contra o vírus da desinformação e do preconceito.


Durante os dias 30 de novembro (sábado) e 1° de dezembro (domingo), serão distribuídos gratuitamente camisinhas e materiais educativos para todas as pessoas que passarem nas lojas participantes espalhadas por todo o país. O objetivo desta ação é disseminar informações sobre a prevenção do vírus HIV e outras doenças sexualmente transmissíveis. Em Salvador, as lojas da Levi's estão localizadas nos shoppings Barra, Iguatemi e Salvador Shopping, sob o comando do franqueado Luís Mercês Júnior.



Reveillon All Saints é cancelado


Foto: Getin PR1.

O evento foi cancelado por conta do megaevento aberto ao público que será realizado no Comércio, que compromete no acesso ao Bahia Marina.

Em virtude da transferência da festa oficial de ano novo da cidade de Salvador para a Praça Cairu, próximo ao Mercado Modelo, anunciada dia 27 de novembro pela Prefeitura Municipal do Salvador, o Reveillon All Saintsque seria realizado na Bahia Marina foi cancelado.

Com a realização do megaevento que será aberto ao público, a produção do Reveillon All Saints decidiu cancelar a celebração que tinha como atração, a dupla internacional e top 6 no mundo, Dimitri Vegas & Like Mike, pelo comprometimento da acessibilidade ao Bahia Marina.

Para os que adquiriram o acesso, a produção informa que os valores dos ingressos serão devolvidos no locais onde foram comprados.

Calcinha Preta de volta à Salvador


A banda se apresenta no Forró Retrô, no próximo dia 06 de dezembro, na The Hall.

A maior banda de forró do Planeta está de volta à Salvador para apresentar o seu mais novo show. Com grandes recordações dos fãs baianos, a banda Calcinha Preta vai agitar o Forró Retrô que acontece no próximo dia 06 de dezembro (sexta-feira), a partir das 22 horas, na The Hall.

E um dos maiores públicos da banda foi justamente na capital baiana, na gravação do seu primeiro DVD ‘A Gente Se Vê Lá’, que reuniu mais de 100 mil pessoas no Parque de Exposições. Para recordar, a Calcinha Preta traz antigos sucessos como ‘Amor da Minha Vida’, ‘E o Vento Levou’, ‘A Calcinha Preta é Nossa’, ‘Duas Paixões’, dentre outros.

São inúmeros os hits que ficaram na boca da galera, mas o 28º disco da banda aposta em grandes lançamentos que também já são sucessos, como por exemplo, as músicas ‘Não Chore Não’, ‘A Mina do Meu Brother’ e ‘Parada Meio Louca’, que teve a composição e participação do cantor Xande, do Grupo Revelação.

Para completar a noite, a abertura da festa fica por conta dos irmãos Kiko Salli & Jeanne com o show ‘Bailinho do Forró’, uma homenagem ao forró das antigas. Bastante conhecidos no universo do forró, a dupla já assumiu os vocais de grandes bandas como Mastruz com Leite, Limão com Mel, Caviar com Rapadura, Colher de Pau, entre outras.

Calcinha Preta

Ao longo dos 17 anos de estrada, a banda já gravou 28 CD’s que já ultrapassaram a marca de 10 milhões de cópias vendidas. Além disso, os quatro DVD’s também já comprovaram o sucesso que é a Calcinha Preta, com a venda de mais de 1 milhão de cópias. Conhecida internacionalmente, o grupo já realizou turnês nos continentes da América do Norte, Europa e África.

No Brasil, além do sucesso em todos os estados e na maioria das cidades com os seus shows, a Calcinha Preta já dominou inteiramente o país com o hit ‘Você Não Vale Nada, Mas Eu Gosto de Você’, que foi tema de Norminha (Dira Paes) da novela ‘Caminho das Índias’, da TV Globo e deu o prêmio ‘Troféu de Imprensa’, do SBT.

Dos palcos para a internet, o novo clipe da banda ‘Parada Meio Louca’, que teve a composição e participação do cantor Xande, do Grupo Revelação, alcançou aproximadamente nove mil visualizações no YouTube com uma semana de divulgação. Além disso, a banda que tem nos vocais Silvânia Aquino, Dennis Nogueira, Simone Barreto, Leilane Mapa e Jobson Mascarenhas, já tem mais de 280 mil curtidas na página oficial do Facebook.

Confira o clipe oficial da música ‘Parada Meio Louca’

http://www.youtube.com/watch?v=2bmoz9iON5E




SERVIÇO



O que: Forró Retrô (Calcinha Preta e Kiko Salli & Jeanne)

Onde: The Hall (Jardim dos Namorados – Pituba)

Quando: 06 de dezembro (sexta-feira)

Horário: 22 horas

Quanto: R$ 30 (Pista) / R$ 40 (Área Vip) / R$ 50 (Camarote)
Censura: 18 anos

“Balangandas, uma poética da esperança”, no Museu de Arte da Bahia


A exposição da artista baiana Nadia Taquary aborda questões artísticas relacionadas ao negro no Brasil.

Religiosidade, estética e cidadania relativas ao negro no Brasil. Questões como estas serão exibidas no Museu de Arte da Bahia através da exposição “Balangandas, uma poética da esperança”, da artista baiana Nadia Taquary. A abertura acontece no próximo dia 03 de dezembro (terça-feira), às 19 horas, com entrada franca.

Estabelecendo uma relação entre a tradição dessas peças e o olhar contemporâneo de Taquary, a mostra exibe esculturas e instalações que revelam sua investigação artística de uma poética relativa à história do negro no Brasil. Através de jóias de crioulas e os adornos corporais africanos, a exposição que tem curadoria de Ayrson Heráclito, desperta o pensamento na beleza e exuberância ultra-barroca das esculturas e instalações da artista.

Sobre a artista

Artista baiana nascida em Salvador, graduada em letras pela UCSAL, pós-graduada em Educação, Estética, Semiótica e Cultura pela EBA-UFBA, realizou em 2011 sua primeira exposição individual “A Bahia tem...” no Museu Carlos Costa Pinto. Atualmente Nadia Taquary é representada pela Paulo Darzé Galeria de Arte.

SERVIÇO

O que: Exposição “Balangandas, uma poética da esperança”

Onde: Museu de Arte da Bahia (Avenida Sete de Setembro, 2340, Corredor da Vitória)

Quando: Abertura, 3 de dezembro às 19 horas

Quanto: Entrada franca

Clarice Falcão realiza show em Salvador


A cantora e compositora Clarice Falcão que tornou-se conhecida por sua atuação nos esquetes do “Porta dos Fundos”, apresenta em Salvador seu primeiro trabalho musical, o show “Monomania”, na Concha Acústica do Teatro Castro Alves, no dia 08 de dezembro (domingo), às 18h. Os ingressos já estão à venda.

Fazendo jus ao título da obra, “Monomania” (2013, independente), a cantora discute da primeira até a última faixa a estranha liberdade de quem conseguiu se ver livre de um ex-amor ao mesmo tempo em que regressa instantaneamente a ele. O CD, que foi lançado só na internet, tem nove faixas, entre elas “Monomania”, “Oitavo Andar”, “Eu Esqueci de Você”, “Macaé” e “Fred Astaire”.

Clarice usa da mesma interpretação das esquetes de “Porta dos Fundos” para brincar com as palavras que despeja pela obra. Uma atuação, que contraria a outros registros do gênero, encontrando um espaço próprio na cena musical, ao mesmo tempo em que se converte na nova queridinha do público alternativo.

SERVIÇO:

O que: Clarice Falcão

Quando: 08 de dezembro (domingo)

Hora: 18h

Onde: Concha Acústica do Teatro Castro Alves

Valor: 1º Lote R$ 80,00 (inteira) e R$ 40,00 (meia)

Vendas: Bilheteria do TCA e SAC dos Shoppings Barra e Iguatemi

Informações: 3117 4899

Classificação: 14 anos

Realização: Iris Produções


Aline Rosa confirma presença no Harém


Mais uma estrela confirma presença no Ensaio do Harém. A princesa Alinne Rosa vai dar o ar da graça no Ensaio do Harém, neste domingo, dia 1º/12. O ensaio mais charmoso da cidade agora acontece em novo local. Depois de sete verões do Alto do Andu, o evento agora acontece num espaço inédito, com linda vista para o mar, no charmoso Pestana Bahia Hotel, no Rio Vermelho. Em sua primeira edição, no dia 1° de dezembro, a partir das 17h, o anfitrião Tuca Fernandes, recebe o cantor Xanddy, do Harmonia do Samba e Alinne Rosa. A abertura da festa fica por conta da banda Harém.

COR E CALOR NO LANÇAMENTO DO ALTO-VERÃO DA PARADOXUS


Fotos: Paulo Sousa.

Se lá fora a chuva caia, dentro da Paradoxus a previsão para o alto-verão era de dias tórridos e noites vibrantes. Uma noite colorida, nas roupas e nos drinks, serviu como ponto de partida para o principal momento da estação quente, que foi lançada nessa quinta-feira (28), pelas empresárias Aline e Regina Weckerle. O encontro também coroou os 26 anos da multimarcas, que ganhou bolo e velas na ocasião.


Entre as batidas de uma trilha sonora global, que faz pulsar a vida da mulher brasileira, seja em Salvador, no Rio de Janeiro ou em Ibiza, as ‘it ladies’ Anna Luiza Prado, Bia Kruschewsky, Carol Lisboa, Cristina Lisboa, Isabela Dantas, Marta Fonseca e Sandy Najar, foram ‘vendedoras por um dia’, em prol da Fundação José Silveira. A instituição que esse ano completa 75 anos de serviços científicos e culturais, prestados no Brasil, vai receber 10% da renda das vendas do dia do evento.


O alto-verão da Paradoxus é forte em estampas, desde aquelas inspiradas na natureza brasileira, com pigmentos fortes e alto-relevo, até as mais sutis, mixadas em cores como o off white. A cartela de cores passeia pelo azul, turquesa, vermelho, coral, verde e amarelo, e engloba florais, folhagens e animal print em tons vibrantes. Na sessão desejada para as festas de final de ano, a loja vai exibir vestidos ricos em pedras, paetês, pérolas, bordados e muitas transparências, todos construídos em sedas, rendas, guipures e organzas. Os novos modelos de Melissa, também são ótimas escolhas para o momento de calor, já que além de confortáveis, contam com design moderno e cores atuais.

Confira algumas fotos:



Pelourinho se vestirá de vermelho e branco para homenagear Santa Bárbara no dia 04


A programação da tradicional Festa de Santa Bárbara, no Centro Histórico, será dividida em dois momentos: a celebração religiosa durante a manhã, e uma extensa programação artística da tarde à noite.

No próximo dia 04 de dezembro, quarta-feira, o Centro Histórico se veste de vermelho e branco para celebrar uma das maiores festas religiosas do calendário popular da Bahia. A tradicional Festa de Santa Bárbara mais uma vez contará com uma grande homenagem no Largo do Pelourinho, marcada pelo respeito e devoção, celebrada pela Igreja de Nossa Senhora do Rosário dos Pretos. Durante a tarde e a noite, uma extensa programação artística, formada por 16 atrações como Fora da Mídia, Samba Chula de São Braz e Nelson Rufino, dá continuidade às homenagens ao dia festivo em todos os largos do Pelourinho. A Festa de Santa Bárbara é realizada pelo Centro de Culturas Populares e Identitárias, órgão da Secretaria de Cultura do Estado da Bahia.

Patrimônio imaterial desde 2008 por decreto do Governador do Estado, a festa marca uma história de mais de 300 anos de culto à Santa Bárbara, Iansã para o Candomblé, sendo o sincretismo religioso uma das principais características da devoção à divindade. Santa guerreira, é também lembrada como madrinha dos bombeiros e padroeira dos mercados. Suas cores são o vermelho e o branco. A Festa de Santa Bárbara demonstra a importância das práticas religiosas e da diversidade para a cultura do povo baiano. Estima-se que, a cada ano, mais de 12 mil fieis participam da saudação à Santa pelas ruas do Centro Histórico.

Na quarta-feira, 04, às 5h da manhã acontece a Alvorada, que marca o início da festa com a tradicional queima de fogos no Largo do Pelourinho. Ainda pela manhã, às 8h, será realizada a missa campal, no mesmo lugar. Ao final da missa, uma procissão segue até o quartel do Corpo de Bombeiros. Além das homenagens à Santa, o dia 04 de dezembro também oferece vários carurus pela região, geralmente logo após a procissão. Os do Mercado de Santa Bárbara e do Mercado de São Miguel são alguns dos mais tradicionais.

Samba e tradição

A partir das 14h30, os largos de todo o Pelourinho são tomados pelo samba, o ritmo genuinamente afrobrasileiro que dá o tom lúdico à programação cultural da festa, após a celebração religiosa.

O Largo Pedro Archanjo será movimentado por grupos de destaque no cenário atual do samba baiano, são as atrações Fora da Mídia, Bambeia e Sangue Brasileiro. No Largo Tereza Batista, o recôncavo é bem representado por Nonato Sanskey e Roda de Samba Mucum'G, que abre a tarde de festa. Logo após, tem a originalidade da banda Sambatrônica, e o batuque afrobrasileiro do samba de roda da banda Barlavento. Já no Largo Quincas Berro D'Água, os grupos Samba Maria e Amoroso Samba, e a cantora Claudya Costa, demonstram, em um dia importante como o de Santa Bárbara, a força e destaque da presença feminina no samba baiano.

O Terreiro de Jesus terá em seu palco o Grupo Trivial, sempre com um repertório que resgata o autêntico samba de raiz. A cantora Gal do Beco, presença forte em algumas das principais festas populares da Bahia, também fará uma apresentação especial. E o grupo Negros de Fé será responsável pelo show de encerramento da noite.

No Largo do Pelourinho, às 13h30, já acontece a apresentação de Jorginho Commancheiro e Claudete Macêdo. Mais tarde, uma parte da história do samba de roda do recôncavo baiano estará presente no Pelourinho. É o Samba Chula de São Braz, que vem trazendo com talento e espontaneidade a tradição oral do samba de roda da Bahia. E também é tradição da Bahia o grande sambista Nelson Rufino, que lança, no dia de Santa Bárbara, o seu novo DVD, e recebe como convidados Carlinhos Brown, Batifun, Carla Cristina, Edil Pacheco e Walmir Lima. De noite, será a vez de Juliana Ribeiro prestar sua homenagem ao dia. Uma das principais vozes do samba atual, a cantora se faz presente a partir das 20h.

A Festa de Santa Bárbara é um dos eventos que abrem o calendário das festas populares, junto com o Dia do Samba (02), e já prepara o Pelourinho e a Bahia como um todo para a alta estação, com a temporada de Verão, quando acontece algumas das principais festividades do estado.

Máquina de Vendas inaugura novo conceito de loja em Salvador


A MV Connect é a nova bandeira do grupo, especializada na venda de smartphones, tablets, acessórios e serviços de telefonia

A Máquina de Vendas, grupo varejista de maior cobertura territorial do Brasil, acaba de inaugurar em Salvador (BA) quatro unidades do seu novo conceito de serviço,a MV Connect. Ao todo são quatro unidades, localizadas em alguns dos principais centros de compra da capital baiana: Shopping Barra, Shopping Iguatemi, Shopping Salvador e Salvador Norte. A primeira dela, no Shopping Barra, foi inaugurada essa semana.


Especializada na comercialização de produtos e serviços de alta tecnologia e de comunicações móveis, a marca é um conceito novo e inédito no país, desenvolvido pela própria Máquina de Vendas. Ele consiste na criação de novos espaços e na modernização das atuais áreas de telefonia das lojas das bandeiras da Máquina de Vendas, tendo como pilar um ambiente moderno e propício para experimentação, mix de produtos e serviços das melhores marcas de telefonia e atendimento de consultores especialmente treinados.


As unidades da MV Connect vão adotar modelos de loja dedicada, conjugada, quiosques e instalações dentro das próprias lojas da Máquina de Vendas. A proposta conta com projeto arquitetônico moderno e espaços de exposição para os produtos, que permitem a experimentação pelos clientes. Além disso, o atendimento será realizado por equipe especializada e treinada para entender a necessidade do usuário e recomendar-lhe qual equipamento melhor atende suas necessidades, de modo isento e imparcial. “Queremos proporcionar uma experiência única. Por isso, desenvolvemos um projeto que busca aproximar o produto do cliente e oferecer um atendimento dedicado eespecial”, diz Marcelo Almeida, diretor de novos negócios da Máquina de Vendas.


“Na MV Connect será possível simplificar a compra, pois o especialista que fará o atendimento poderá orientar o cliente de acordo com a sua necessidade e dentro de um ambiente moderno, agradável, dedicado e estimulante.”


Sobre a Máquina de Vendas:

A Máquina de Vendas, holding formada pela união das empresas Ricardo Eletro, Insinuante, City Lar, Eletro Shopping e Salfer, é a rede varejista com a maior cobertura territorial do Brasil. A Máquina de Vendas se tornou o primeiro grupo de varejo de móveis e eletroeletrônicos presente em todos os estados do País e o Distrito Federal, com 1.052 lojas distribuídas por 442 cidades e 26.000 funcionários diretos. O faturamento do grupo previsto para 2013 é de R$ 9 bilhões.

Falsos Modernos estreiam festa gratuita "Mudernage" no dia 7/12


Foto: Carla Galrão.

Com apoio da Midialouca, banda agita a tarde de sábado em show externo e gratuito.

Os Falsos Modernos atacam novamente. A banda baiana de rock n´roll estreia no dia 7/12 (sábado), na área externa da loja de discos Midialouca (Rio Vermelho), a festa mensal "Mudernage". A ideia é agitar as tardes de sábado, além de servir de esquente para outros eventos que acontecem à noite na cidade. O evento é mensal e gratuito, e começa sempre às 17h.

Prometendo balançar as tardes de sábado no verão de Salvador, a "Mudernage" pretende reunir em cada edição bandas e artistas que fazem parte do movimento independente de música em Salvador. Nesta primeira tarde, a festa conta com a discotecagem do DJ el Cabong (A Bolha/Baile Esquema Novo), alcunha do jornalista Luciano Matos, com um set especial com os mais novos sons produzidos na Bahia e no Brasil. Além, claro, do show dos Falsos Modernos, que lançou recentemente seu primeiro disco, “Perfil de Cena”, que estará à venda no dia do evento na própria Midialouca por R$15.

Formada em 2012, a Falsos Modernos surgiu em Salvador com vontade de resgatar o bom e velho rock n’ roll, aquele dos Beatles, mas inspirado também pelos musos Roberto e Erasmo Carlos. A pegada rocker jovem guarda se mistura a influências dos Smiths, Strokes e Jon Spencer Blues Explosion, e resulta em um trabalho autora que levanta uma única bandeira – a da diversão. A banda é formada por Boni (vocal e guitarra), Bruno Carvalho (guitarra e vocais), Leo Abreu (bateria) e Dudare (baixo).

No dia 16 de agosto de 2013, a banda liberou para audição online o seu disco de estreia, através das plataformas de distribuição digital de música como Deezer, Rdio e Grooveshark. A ideia vai ao encontro das novas iniciativas de difusão da música independente, que busca romper com os mecanismos de download gratuito, além de incentivar a apreciação da nova safra de bandas e artistas também como produto.

SERVIÇO

O QUE: Festa Mudernage

QUEM: Falsos Modernos + Dj el Cabong

QUANDO: 07 de dezembro (sábado), às 17h

ONDE: área externa da Midialouca (Rua Fonte do Boi, 81, Rio Vermelho)

QUANTO: grátis

NOB PROMOVE TRADICIONAL BAZAR DA ESPERANÇA EM PROL DAS CRIANÇAS COM CÂNCER

Bazar é organizado por pacientes do Grupo Bem Viver, grupo de apoio mútuo formado por pacientes.

O NOB (Núcleo de Oncologia da Bahia) promove nos dias 3 e 4 de dezembro, das 10 às 16 h, na sua sede em Ondina, a décima segunda edição do Bazar da Esperança. Durante o Bazar, serão comercializados produtos artesanais confeccionados por pacientes oncológicos do grupo Bem Viver (grupo de apoio mútuo formado por pacientes), objetos de decoração, obras de arte, bijuterias e iguarias gastronômicas. Parte da renda será revertida para as crianças em tratamento do câncer das casas de apoio NACCI (Núcleo de Apoio ao Combate do Câncer Infantil) e Casa Solange Fraga. A sede do NOB em Ondina fica na Avenida Adhemar de Barros, 123. Informações: http://www.nucleodeoncologia.com.br/

Grupo Bem Viver

Fundado em 1995, o Grupo de Apoio e Ajuda Mútua Bem Viver tem o objetivo de acolher os pacientes em tratamento oncológico. O grupo busca incentivar a autoestima e garantir a motivação e o suporte psicológico para pessoas e familiares em tratamento de câncer, ajudando na superação da doença

O Grupo, coordenado por Myriam Vidal, conta com o apoio mensal das psicólogas do NOB, trazendo ainda a participação de toda equipe multidisciplinar e outros profissionais convidados, como dançarinos, fotógrafos, escultores, pintores, terapeutas de diversas correntes, que oferecem palestras, oficinas e dinâmicas elevando a autoestima dos participantes. Além das dinâmicas trocas de experiências e das palestras e oficinas, o Bem Viver também acolhe pacientes que estão em domicílio ou hospitalizados e não podem frequentar as reuniões semanais.

Em 2012, o Grupo expandiu sua atuação e passou a se reunir também na unidade do NOB em Lauro de Freitas, dando oportunidade as pacientes e acompanhantes que residem nas proximidades e não podiam frequentar os encontros na sede em Ondina.

Morgana Gazel lança romance ambientado na Ditadura Militar


A sessão de autógrafos será realizada no Museu Geológico da Bahia – Corredor da Vitória, no dia 9 de dezembro, às 19h30.

A Ditadura Militar no Brasil (1964-1985) completa 50 anos em 2014. E foi neste cenário de repressão que a escritora baiana Morgana Gazel ambientou seu mais novo romance Liberdade Negada (Cogito Editora). A obra, cujo prefácio é de Carlos Ribeiro, jornalista, professor, escritor e doutor em literatura brasileira, retrata a história de Sara e tem início com a protagonista aos 11 anos de idade, ocasião em que estoura o golpe militar de 1964. Esta publicação é a segunda de uma trilogia iniciada com Enseada do Segredo (2008) e que se completará com A Carta da Mãe, já em processo de criação.

Lançado em BH / MG em outubro deste ano, Liberdade Negada tem novo lançamento em Salvador, dia 9 de dezembro (segunda-feira), a partir de 19h30, no Museu Geológico da Bahia, Corredor da Vitória – entrada franca. Portanto agora é a vez dos baianos participarem da sessão de autógrafos deste romance que, segundo o texto da orelha, é indicado para quem aprecia o amor e a amizade que não se detêm frente ao perigo, indicado também para pessoas que valorizam um mergulho na subjetividade. “Este é um convite para os corajosos, aqueles que se arriscam a mergulhar numa história amorosa que se passa numa época em que a liberdade, tanto social como individual, era negada se considerada uma ameaça ao regime então implantado em nosso país: a ditadura militar”, convida a autora.

O livro - Aos 17 anos, Sara envolve-se com um militante da esquerda e comete um erro imperdoável aos olhos dos guardiões do regime, entre eles o seu pai, tenente-coronel do exército. Por conta disso, passa por uma situação em que é ferida no corpo e na alma, porém, nada de importante, confessa. Após alguns dias, percebe que, na escola, está sendo seguida por pessoas misteriosas. Às escondidas, a mãe e os tios enviam-na para outro país.

Passam-se quatro anos e meio. Sara volta ao Brasil e conhece Fred – protagonista do primeiro romance (Enseada do Segredo). Numa ocasião em que conversam num bar, ela tem uma crise de choro ao ouvir pelo rádio a notícia do suicídio de um homem na prisão do DOPS. Fred incentiva-a a contar o motivo desta reação que lhe parece exagerada. Sara relata uma história em que se misturam um grande amor, conflitos familiares, violência e morte.

Morgana Gazel - Graduada em matemática e psicologia. Em 2004, começou a se dedicar à arte literária, exercitando-se com poesias e contos, mas logo se arriscou a escrever um romance, o Enseada do Segredo, publicado pela primeira vez em agosto de 2008, pela Scortecci Editora. A segunda edição, por sinal, já esgotada, foi publicada pela Paco Editorial (2011). A terceira edição está a caminho, diz a autora. Em 2012, Morgana foi contemplada com o Prêmio Literário - Literarte 2012, com o poema Mundo, na categoria Criatividade e Originalidade. Em 2013 recebeu menção honrosa no concurso CEPA - 62 ANOS, com o poema Aletologia, 5º lugar.

Até o momento, participa como autora de vinte e cinco antologias, com poesias ou contos. Em 2012, atuou como palestrante numa mesa redonda no seminário da União Brasileira de Escritores-UBE, “O Poder de Transformação da Literatura” e num painel de igual título na I Festa Literária do Sertão de Jequié (FELISQUIÉ). Também proferiu palestras sobre este tema no SENAI e no lançamento do romance Liberdade Negada, em BH.

Serviço:

O que: Lançamento do livro Liberdade Negada, de Morgana Gazel
Onde: Museu Geológico da Bahia – Corredor da Vitória – Salvador.

Quando: Dia 09 de dezembro (segunda-feira), de 2013, a partir das 19h30.
Entrada: Franca.

Editora: Cogito Editora. Número de páginas: 174. Valor promocional de lançamento R$ 30,00 (Após lançamento, nas livrarias R$ 35,00).

Informações: 71 8122-7231 / http://morganagazel.blogspot.com/

quinta-feira, 28 de novembro de 2013

Festival de Verão 2014 confirma mais atrações: Aviões do Forró, Luan Santana, Grupo Revelação, Timbalada


Samba, forró, axé e sertanejo agitam grade do Festival de Verão 2014.

Misturando diferentes gêneros musicais a fim de agregar no mesmo evento tribos diversas, o maior evento brasileiro anual de música anuncia mais quatro atrações de peso para integrar o set list da sua 16° edição. Aviões do Forró, Grupo Revelação, Luan Santana e Timbalada estarão no Palco 2014 do Festival de Verão, que acontece entre os dias 29 de janeiro e 1° de fevereiro, no Parque de Exposições, em Salvador, e já tem confirmadas as participações de Saulo, Frejat, Ivete Sangalo e Paralamas do Sucesso.


Apimentando ainda mais a grade do primeiro dia (quarta, 29), o Aviões do Forró, que em 2014 completa 12 anos de carreira, sobe ao palco do Festival de Verão com seu som cheio de arranjos e novidades. Tendo a versatilidade como uma das marcas registradas, a banda cearense comandada pela dupla Solange Almeida e Xand Avião, surgiu no cenário musical do país em 2002, trazendo pitadas de inovação e irreverência, mudando completamente a cara do forró no Brasil. À medida que foi conquistando fãs pelo país afora, o Aviões do Forró se apresentou em diversas micaretas, tornando-se a única banda do gênero a conduzir um bloco elétrico no Carnaval de Salvador. Além de conquistar fãs nos Estados Unidos e na Europa, Xand e Solange ganharam a ilustre admiração da cantora Ivete Sangalo, que participou do mais recente DVD da banda, gravado em 2010, em Salvador.


Ainda na quarta (29/01), o Grupo Revelação, que recentemente gravou o quarto DVD de uma carreira consolidada de quase duas décadas, intitulado 360º Ao Vivo, leva para o palco 2014 os sucessos que consolidaram a banda como um dos principais grupos de samba da atualidade, com o respaldo de compositores e intérpretes do gênero. Desde o início, o sexteto carioca soube muito bem lapidar sua experiência profissional. Tudo começou em 1995 na quadra da escola de samba ‘Acadêmicos da Abolição’. Daí em diante, o grupo aqueceu vozes e instrumentos nos chamados pagodes de mesa, tão típicos do Rio de Janeiro até lançar, em 99, seu primeiro disco, que logo chamou a atenção do público que, fiel, acompanhou de perto a trajetória do grupo que já alcançou a marca de dois milhões de discos vendidos.


Na sexta (31/01), o Palco 2014 pega fogo, deixando mais feliz os timbaleiros de corpo, alma e coração. Tendo o timbau como base percussiva, a Timbalada, comandada pelo carismático Denny, foi lançada em 1991 no Candeal, em Salvador, pelo mestre Carlinhos Brown. Com seu ritmo próprio e contagiante, foi a Timbalada quem lançou um novo jeito de tocar timbau. O instrumento, antes tocado na vertical, passou a ser manipulado na horizontal, resultando em uma sonoridade efervescente, efusiva e inebriante que encanta pessoas do mundo inteiro. Descoberto aos 12 anos pelo Cacique Brown, Denny cresceu na Timbalada e sua história converge com a história da própria banda. De voz privilegiada, o cantor que nas horas vagas é capoeirista e cavaleiro, além de contagiar os fãs da banda, também recebeu elogios de grandes nomes da música como Caetano Veloso, Marisa Monte e Daniela Mercury.

No sábado (1/02) é a vez de Luan Santana fazer a festa dos milhares de fãs, levando para o Festival de Verão não só as canções já consagradas desde o início da carreira, mas também músicas do novo DVD “O nosso tempo é hoje”, lançado em 2013. Passeando entre letras românticas, como “Garotas não merecem chorar” e “Te esperando”, e as mais divertidas, como “Sogrão caprichou”, Luan traz uma nova cara para a música sertaneja, sem dispensar a moda de viola. Foi trazendo a sua interpretação peculiar, que o jovem cantor imprimiu no clássico estilo sertanejo o seu toque atual e se tornou um fenômeno da música sertaneja no Brasil.

Venda de ingressos

O primeiro lote de ingressos do Festival já está à venda, com preços e condições especiais. Quem quiser curtir o evento na pista, os ingressos sairão por R$ 90,00 (inteira) e R$ 45,00 (meia-entrada), quem preferir o camarote VIP, as entradas custarão R$ 170,00. Já o Camarote Baladas vai custar R$ 110,00. Os ingressos de passaporte podem ser parcelados em até 06 vezes em todos os cartões e os individuais em até 03 vezes.

PISTA
Inteira: R$ 90,00 ou 3x de R$ 30,00
Meia: R$ 45,00 ou 3x de R$ 15,00

CAMAROTE
Baladas: R$ 110,00 ou 3x R$ 36,66

Vip: R$ 170,00 ou 3x R$ 56,66

PASSAPORTES
PISTA
Inteira: R$ 282,00 ou 6x R$ 47,00
Meia: R$ 141,00 ou 6x R$ 23,50

CAMAROTE:
Baladas:R$ 330,00 ou 6x R$ 55,00

Vip: R$ 510,00 ou 6x R$ 85,00

Os ingressos podem ser comprados pelo telefone 4003-1212, pela internet, no site www.festivaldeverao.com.br ou nos balcões de ingressos da Ticketmix, localizados nos Shopping Paralela, Shopping Barra, Shopping Iguatemi e Salvador Shopping. Classificação: 14 anos