terça-feira, 9 de maio de 2017

Nordeste Lab realiza master classes com nomes nacionais e internacionais de televisão e cinema


As inscrições para os cursos de “Co-produção Internacional” e  “Modelagem de Negócios no Cinema e no Audiovisual”, estão abertas até o dia 15 de maio


O NordesteLab é uma realização do Laboratório Audiovisual e traz a Salvador entre os dias 31/05 a 02/06, no Goethe Institut/ICBA as master clasess “Co-produção Internacional” e a“Modelagem de negócios no Cinema e no Audiovisual”, ambas possuem carga horária de 8h, serão ministradas por grandes nomes nacionais e internacionais do mercado audiovsual e terão apenas 15 alunos por classe. As inscrições devem ser realizadas até o dia 15 de maio, ou até o preenchimento das vagas, no site www.labaudiovisual.com.br.
A master “Co-produção Internacional” abordará aspectos jurídicos e de produção para a realização de co-produção internacionais, tais como marcos legais, trâmites necessários, apresentação e funcionamento de acordos bi-lateriais, gestão de projetos, além da apresentação e discussão de cases práticos.
As aulas acontecerão no ICBA, dia 31/05, das 15 às 19h e no dia 01/06, das 9 às 13h, no ICBA e serão ministradas por Gilberto Toscano, Vice-Presidente da Comissão de Direitos Autorais, Direitos Imateriais e Entretenimento da OAB/RJ, François Sauvagnargues, Diretor do Festival Internacional de Programação Audiovisual (Biarritz, França) e pela londrina Rachel Ellis, fundadora e Produtora Executiva da Desvia, que realiza trabalhos de co-produção internacional.  
Na master “Modelagem de negócios no Cinema e no Audiovisual” serão apresentados e discutidos diferentes possiblidades de exploração de uma obra audiovisual, para além dos mecanismos tradicionais, como Branded Contect, Product Placement, licenciamento de produtos derivados das obras, dentre outros, pensando nas possibilidades voltadas para Cinema e Televisão. As aulas acontecerão no ICBA no dia 01/6, das 15 às 19h e no dia 02/06, das 9 às 13h e serão ministradas por Carlos Queiroz, Gerente de Conteúdo Original Fox Brasil, Felipe Ferrari, Coordenador de Conteúdo Fox Brasil, Krshina Mahon, Diretora de Conteúdo Original dos canais History, Lifitime e H2, por Ernesto Ribeiro, consultor da Cria Rumo e por Jorge Gonçalves, Diretor de Negócios da Vitrine Filme.
Para esta edição o NordesteLab, que acontece de 30 de maio a 02 de junho em Salvador, conta com o apoio financeiro do Governo da Estado, através do Fundo de Cultura do Estado da Bahia, da Secretaria da Fazenda e Secretaria de Cultura do Estado da Bahia, com a parceria do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (SEBRAE), da Brasil Audiovisual Independente (BRAVI), da Associação de Produtores e Cineastas da Bahia (APC/BA) e do Goethe Institut Salvador, além do apoio da Prefeitura Municipal de Salvador, através da Fundação Gregório de Matos e da produtora Larty Mark.
Sobre o NordesteLab
O NordesteLab se configura como uma plataforma de encontros que visa o fortalecimento de redes, a comercialização de produtos nordestinos, a realização de ações de formação e qualificação, além da promoção de intercâmbios culturais, estimulo à inovação e entrada de novos agentes no setor.
Ele foi pensado como uma ação continuada, dividida em duas etapas complementares. Em primeiro lugar, com a realização de atividades preparatórias de formação, que buscam disseminar conhecimentos gerais sobre a dinâmica do mercado audiovisual no Brasil.
Em segundo lugar, com a realização de um evento principal composto por espaços de trocas de experiências entre produtoras, realizadores independentes, estudantes e representantes diretos do mercado audiovisual, nacionais e internacionais, como canais de televisão, distribuidoras de filmes e coprodutores. Este encontro, o NordesteLab 2017, acontecerá em Salvador de 30 de maio a 02 de junho.
Sobre o Laboratório Audiovisual
O Laboratório Audiovisual é um espaço de experimentação construído a partir do tripé da formação, pesquisa e fomento ao mercado audiovisual regional. As ações realizadas por ele visam contribuir para promoção dos produtos audiovisuais, a profissionalização e capacitação dos profissionais e articulação dos diferentes agentes, públicos ou privados do setor audiovisual. Entre as ações, destacamos o NordesteLab.

Fundo de Cultura do Estado da Bahia (FCBA) – Criado em 2005 para incentivar e estimular as produções artístico-culturais baianas, o Fundo de Cultura é gerido pelas Secretarias da Cultura e da Fazenda. O mecanismo custeia, total ou parcialmente, projetos estritamente culturais de iniciativa de pessoas físicas ou jurídicas de direito público ou privado. Os projetos financiados pelo Fundo de Cultura são, preferencialmente, aqueles que apesar da importância do seu significado, sejam de baixo apelo mercadológico, o que dificulta a obtenção de patrocínio junto à iniciativa privada. O FCBA está estruturado em 4 (quatro) linhas de apoio, modelo de referência para outros estados da federação: Ações Continuadas de Instituições Culturais sem fins lucrativos; Eventos Culturais Calendarizados; Mobilidade Artística e Cultural e Editais Setoriais. Para mais informações, acesse: www.cultura.ba.gov.br
Reações:

0 comentários:

Postar um comentário