quarta-feira, 19 de julho de 2017

Feira Empreendedora Afrotonizar movimenta Plataforma e Centro de Salvador


Evento financiado pelo Fundo de Cultura acontece dias 22 e 29 de julho



O Projeto Afrotonizar realiza no dia 22 de julho, na Praça São Braz, em Plataforma, e no dia 29, na Ladeira da Preguiça, no Centro, a “Feira Empreendedora Afrotonizar”. As feiras vão ocorrer de 14h às 18h, como celebração ao encerramento das oficinas realizadas em quatro bairros ao longo do mês de julho e também no intuito de promover ações de movimento das economias locais e  dar visibilidade às produções culturais dos territórios.
 
Além de barracas com produtos de empreendedores dos bairros de áreas como vestuário, beleza, culinária, e de apresentações de grupos culturais e DJs, a programação conta com as falas das idealizadoras do Afrotonizar, Naymare Azevedo e Luma Nascimento, e os depoimentos das oficineiras que realizaram as atividades de gastronomia, audiovisual, empreendedorismo e produção cultural, cosméticos, moda e estamparia, sobre os dias de imersão criativa. O objetivo é potencializar os trabalhos já existentes e incentivar o crescimento socioeconômico e novos modelos colaborativos.
 
 A feira já aconteceu nos territórios do Uruguai e da Liberdade, que receberam atividades do projeto de empreendedorismo com foco em jovens negros. Os empreendedores de ambos territórios – Plataforma e Centro - interessados em expor seus produtos nas feiras devem encaminhar e-mail para a equipe de produção: afrotonizar@gmaill.com com os seguintes dados: nome, informe do que gostaria de vender nos eventos e telefone de contato.
 
O Afrotonizar tem apoio financeiro do Fundo de Cultura, secretarias da Fazenda e de Cultura do Estado da Bahia, por meio do edital de economia criativa.  O projeto conta com apoio do Observatório de Economia Criativa da Universidade Federal da Bahia (UFBA), do site Lista Negra, que conta histórias de vidas de empreendedores negros, e das lideranças comunitárias e organizações dos territórios onde as oficinas são realizadas, como o bloco afro Ilê Aiyê, o Centro Cultural Que Ladeira é Essa?, a Rede de Protagonistas de Itapagipe (Reprotai) e o Centro Cultural Plataforma. Mais informações em www.afrotonizar.com.br.


Fundo de Cultura do Estado da Bahia (FCBA) – Criado em 2005 para incentivar e estimular as produções artístico-culturais baianas, o Fundo de Cultura é gerido pelas Secretarias da Cultura e da Fazenda. O mecanismo custeia, total ou parcialmente, projetos estritamente culturais de iniciativa de pessoas físicas ou jurídicas de direito público ou privado. Os projetos financiados pelo Fundo de Cultura são, preferencialmente, aqueles que apesar da importância do seu significado, sejam de baixo apelo mercadológico, o que dificulta a obtenção de patrocínio junto à iniciativa privada. O FCBA está estruturado em 4 (quatro) linhas de apoio, modelo de referência para outros estados da federação: Ações Continuadas de Instituições Culturais sem fins lucrativos; Eventos Culturais Calendarizados; Mobilidade Artística e Cultural e Editais Setoriais. Para mais informações, acesse: www.cultura.ba.gov.br

Serviço

Feira Empreendedora Afrotonizar
22 de julho – Praça São Braz/Plataforma
29 de julho – Ladeira da Preguiça/Centro
Horário – 14h às 18h


Reações:

0 comentários:

Postar um comentário