quinta-feira, 20 de julho de 2017

ONG abre 973 empregos na Bahia



A proposta é acabar com o problema do lixo em todo o Estado.

A Confederação do Elo Social Brasil (CESB), ONG da sociedade civil com atividades voltadas a combater a desigualdade social, dará posse a diretores estaduais e regionais da CESB na Bahia e vai apresentar o projeto de construção de Centros de Transbordo e Triagem (CTTs), que vai solucionar o problema do lixo em todo o Estado. A data de lançamento do projeto a nível nacional foi no dia 27 de abril, em Vitória – ES.

Jomateleno dos Santos Teixeira, presidente do CESB, diz que a Confederação instalará suas regionais em todo o país e que este é o primeiro passo para que cada Estado tenha usinas e prédios sociais que, além de gerarem empregos, vão oferecer cursos gratuitos à população. A Confederação terá a parceria do Sindicato Nacional dos Decoradores e Tapeceiros (Sindetap). Nessas ações o que é uma
prova de que a sociedade civil organizada pode dar soluções a problemas que os poderes municipais e estaduais não dão conta sozinhos. “Os CTTs – afirma Jomateleno – serão uma revolução na cultura do lixo no Brasil, transformando o lixo em luxo”.

Empregos e usinas

Em cada um dos Estados, o presidente da Confederação visitará terrenos para a construção dos CTTs (usinas) e, em áreas de risco social, um prédio do Elo Social que oferecerá à população serviços de psicologia, assistência social, e advocacia, além de promover cursos de formação profissional. Aqui na Bahia, a Confederação prevê a criação de novecentos e setenta e três empregos diretos com ------- CTTS e a construção de outros ----- prédios sociais do Elo Social, além de dez usinas de compostagem, dez incineradoras de resíduos hospitalares e químicos e dez crematórios de animais.

Há algumas semanas a Confederação deu posse a diretores em cinco Estados do Norte e Nordeste (Amapá, Maranhão, Pernambuco, Piauí e Rio Grande do Norte) onde espera gerar 997 empregas com a construção de 140 CTTs e 140 prédios do Elo Social, quatro usinas de compostagem e quatro crematórios.

Fernando Carvalho

Na Bahia teremos 10 diretorias seccionais do Elo Social em: Camaçari, Euclides da Cunha, Eunápolis, Feira de Santana, Ibotirama, Jequié, Senhor do Bonfim, Vitória da Conquista e duas em Salvador. Cada seccional abrange uma população media em torno de 1.500.000 habitantes e estas por sua vez, administrará os prédios sociais do cidadão em cidades sedes com população de a partir de 100.000 habitantes, que atenderão 200 famílias por dia e ministrarão cerca de 720 cursos mensais em cada prédio social. As vagas disponíveis para as diretorias sociais são de 7 componentes: 1 Advogado, 1 Assistente Social, 1 Psicólogo, 1 Bacharel em Direito e 3 outros com curso superior ( pode ser Nutrição, Gestão Ambiental, Administração, Pedagogos, Contadores, etc).
Reações:

0 comentários:

Postar um comentário