13/06/2018

Produtoras baianas celebram exibições e prêmios em festivais brasileiros

Fazer cinema no estado da Bahia requer muito esforço, vontade e criatividade. Pensando nisso, duas produtoras soteropolitanas uniram força para conseguir alavancar seus projetos. A Olho de Vidro (ODV) e a Tripé Produções são parceiras desde 2014 e já lançaram cinco curtas-metragens em festivais e eventos brasileiros. No ano passado, o filme Estela recebeu menção honrosa de Melhor Atuação, para Paula Alice, no Panorama Internacional Coisa de Cinema. Contudo, a celebração em junho foi ainda maior, pois Estela foi selecionado duplamente, em apenas um mês, para a Mostra Sesc de Cinema e Mostra Contemporânea de Cinema do Nordeste.

Para a cineasta e roteiristas Hilda Lopes Pontes o mérito desta conquista é ainda maior pelo fato da artista contar com uma equipe majoritariamente feminina, tornando seus trabalhos não apenas um fomento para a cultura, como ações políticas e de inclusão. “Temos mulheres dentro do set e nos temas também! Minha busca é sempre trazer meu olhar para causas que nos angustiam tanto, mas de uma forma estilosa, buscando vários gêneros cinematográficos diferentes”.

O talento para as artes vem de família. A produtora e figurinista Simone Lopes Pontes conta que desde criança acompanhava bastidores de teatro, com seu tio Manoel Lopes Pontes e que aquilo foi formando seu repertório para a vida adulta. “Eu comecei no cinema engatinhando, hoje já posso dizer que estou trilhando uma carreira, produzindo, investindo e criando”. Em 2018, Simone vem trabalhando em dois processos de curta e ela acredita que a entrada das mulheres no cinema em múltiplos campos é uma jornada lenta, porém poderosa.

De acordo com dados da ANCINE (Agência Nacional do Cinema), apenas 17% das mulheres ocuparam o cargo de direção, em 2016, 21% no Roteiro, 41% na Produção Executiva e 8% na Fotografia. Atentas para estas informações, as Pontes procuram, através da parceria, abrir espaço para as mulheres e contribuir com o mercado do cinema baiano, mostrando suas inspirações e ideias de projetos. O próximo filme da Olho de Vidro com a Tripé será um musical. Intitulado “Em Cima do Muro”, a projeção discute os vícios contemporâneos, como internet, celular e gadget tecnológicos. A previsão de estreia é 2019 e para saber mais informações basta acessar as redes sociais da ODV.
Reações:

0 comentários:

Postar um comentário