07/08/2018

Capoeiristas de várias partes do mundo discutirão discriminação, socialização e inclusão


    Entre os dias 9 e 12 de agosto, capoeiristas baianos, nacionais e internacionais, além de profissionais de diversos segmentos ligados ao movimento estarão reunidos em Salvador durante o XVII Encontro Cultural e Intercâmbio Internacional de Capoeira Mangangá. Liderado pelo cantor, compositor e Mestre de Capoeira, Tonho Matéria, o objetivo do evento é promover uma socialização entre adeptos, estudantes e praticantes. “O que queremos nesse encontro é apresentar a Capoeira como ferramenta que educa, disciplina, socializa e transforma o indivíduo. Além de divulgar a língua portuguesa em mais de 160 países”, revelou Matéria.
    Promovida pela Associação Sociocultural e de Capoeira, Bloco Carnavalesco Afro Mangangá, a edição conta com atividades socioculturais, educacionais, musicais, esportivas e turísticas.     Representantes brasileiros e de países como a Itália, Alemanha, Senegal, Moçambique, Grécia, Estados Unidos, Polônia, Japão, Inglaterra, França e Argentina estarão no encontro. “O projeto tem uma imensa contribuição dos povos bantus, hauçás, nagôs, jejes, mandingas, fulanis, kanuris, tapas, gruncis, yorubás, o que fazem dos nossos jovens a Mangangá de Todas as Áfricas”, acrescentou Matéria.
“O intercâmbio é uma forma de ligação ancestral às etnias e seus símbolos desde a formação dos africanos no Brasil com suas tradições e origens”
Confira a Programação:
Dia 9 – Quinta-feira – às 10h – Simpósio Capoeira Salvaguarda e Sustentabilidade. No PAF 5 – Campus da UFBA/Ondina (Av. Ademar de Barros), (Participação do Mestre Tonho Matéria).
18h – Oficina e Vivência de Capoeira – com o Mestre Marcos Alabama. Na Academia Alabama (Rua Conselheiro Junqueira Aryes (Barris – próximo ao Center Lapa) – Contribuição R$30,00
Dia 10 – Sexta-feira - 18h – Vivência e Oficina de Capoeira – com a Mestra Jó. No Ginásio de Esportes de Simões Filho (Av. Elmo Serejo Farias, no Cia 2) ou  na sede da Mangangá (Av. Presidente Castelo Branco, 98, no bairro Pau Miúdo) – Contribuição R$30,00
Dia 11 – Sábado - Entre 9:30 e  11h40min – na Cruz Caída – Praça da Sé: Roda de Capoeira, Aula de Dança Afro, Oficina de Toques de Berimbau, Oficina de Capoeira e Movimentos Acrobáticos, Capoeira Regional
Entre 14h e 17h – na Cruz Caída – Praça da Sé: Oficina de Movimento de Capoeira Angola, Oficina de Mandinga da Capoeira, Oficina de Capoeira e Maculelê, Roda de Capoeira Feminina e Masculina, Roda de Samba com Manifestação Percussiva.
Dia 12 – Domingo - 8h – Batizado, Troca de Corda e Apresentações Artístico-Cultural – no Teatro da Escola Parque (Rua Saldanha Marinho, 134, bairro Caixa D’Água.
Reações:

0 comentários:

Postar um comentário