08/08/2018

Tempero do Bem promove economia solidária em parceria com o grupo social Design Sustentável Nova Esperança






Muito além da vocação cultural e gastronômica, o Tempero no Forte e Tempero Bahia, que terá sua segunda edição de 15 a 26 de agosto, em Salvador, valorizam e estimulam a contratação de produtos e mão-de-obra locais e de grupos culturais, a capacitação de microempreendedores, a promoção da culinária da Bahia e do Brasil, e, agora, adiciona o trabalho de transformação social, com o lançamento do Tempero do Bem.

A ação tem a parceria da estilista e designer de moda, Luciana Galeão, que criou estampas exclusivas com motivos de gastronomia para ecobags e aventais confeccionados pelo grupo de empreendedorismo feminino, Design Sustentável Nova Esperança, de Salvador. A intenção é evoluir na criação de produtos dentro deste conceito, agregando grupos sociais, das regiões onde os Festivais atuam, formando uma cadeia de desenvolvimento da economia criativa e solidária. Os produtos estarão à venda durante o Festival, no Passeio Público, nos dias 18 e 19 de agosto, e sob encomenda, pelos telefones (71) 3451-1723 e (71) 3033-6741. 

Batizada de Temperos, a coleção da estilista promove a economia solidária a partir do trabalho e venda dos produtos, e traz um viés ambiental, uma vez que os produtos foram pensados de forma sustentável, buscando a não geração de resíduos, através do estudo de cortes e reaproveitamento dos retalhos colaborando, assim, com a redução de impactos ambientais. A coleção traz estampas com elementos como o peixe, o camarão, as frutas tropicais e a pimenta, símbolo do evento gastronômico. “O grafismo orgânico natural desses ingredientes, suas formas geométricas como círculos, triângulos e sinuosidade, foram usados em destaque”, conta a estilista.

O Tempero Bahia tem a realização do  Governo Federal e  Ministério da Cultura, através da Lei Rouanet e patrocínio da CIELO, com apoio da Prefeitura de Salvador, Sebrae, Senac e Ipac.

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário