domingo, 4 de junho de 2017

Cordelizando reuniu nomes importantes da literatura de cordel e da cultura nordestina


Dois dias de muita cultura e arte, assim pode-se descrever a segunda edição do Cordelizando, realizado na Caixa Cultural na última sexta (02) e neste sábado (03).  O evento, realizado pela Icontent e com a curadoria de Maviael Melo, contou com quatro rodadas de mesas de debates, apresentações musicais, além da declamação de muitos versos de cordéis. Sucesso de público, o evento que tinha entrada franca, teve lotação máxima em todas as atividades realizadas.
Na abertura do evento, sexta-feira (02), foi lançado um livro de cordel todo produzido por alunos das unidades do Sesi em Salvador. O público presente recebeu o livro gratuitamente. Em seguida, o cordelista baiano Antônio Barreto deu inicio a sua explanação sobre a importância do cordel na educação. Ao longo do dia ainda foram realizadas discursões sobre o papel da mulher no cordel, através de apresentação das autoras Mariane Bigio e Sálua Chequer, intervenções musicais do poeta Maviael Melo e declamações com o cordelista pernambucano Vinícius Gregório.
O tema cordel foi posto à mesa também por Lirinha, ex-vocalista do grupo Cordel do Fogo Encantado, neste sábado (03). Com uma plateia atenta, o artista declamou versos de sua autoria e lembrou outros grandes nomes da literatura brasileira. As apresentações musicais ficaram por conta do também cordelista Bule Bule e Xangai.
Reações:

0 comentários:

Postar um comentário