segunda-feira, 30 de janeiro de 2017

Pietro Leal apresenta Estereótica no Teatro Eva Herz

Foto: Talis Castro.

Show foi habilitado pelo Prêmio Caymmi de Música

Serviço
O quê: Pietro Leal - show Estereótica
Quando: 04 de fevereiro, às 20h
Onde: Teatro Eva Herz, anexo da Livraria Cultura, do Salvador Shopping
Ingresso: R$ 30 (inteira) – venda na bilheteria ou pela ingressorapido.com.br

O cantor, compositor e poeta Pietro Leal apresenta o show Estereótica, no dia 04 de fevereiro, no Teatro Eva Herz, anexo da Livraria Cultura, do Salvador Shopping. Com a participação dos músicos Ricardo Caian e Leonardo Lima, o interprete faz um passeio por suas canções e poesias, costurando a apresentação com histórias que mostram a canção sob a ótica do compositor.

A apresentação, habilitada para participar da curadoria do Prêmio Caymmi de Música, na categoria Show, fala dos “diversos estereótipos musicais que o compositor assume para dar vida às suas canções” e traz à tona questões como preconceito e afirmação de identidade. Além dessa habilitação, Pietro Leal foi selecionado na categoria Música com Letra, com a composição “Modo Avião”, que faz parte do repertório do show.

Pietro declara que já se sente “feliz e premiado em figurar entre tantos artistas talentosos”. “É um prêmio importante para música baiana. Além de reforçar a nossa diversidade estética, dá uma injeção na autoestima da cultura local”, reforça o músico que já tem mais de 20 anos de carreira.

Estereótica
Natural de Ibicaraí, na Bahia, e após morar muitos anos em Salvador, Pietro mudou-se para São Paulo recentemente e neste show ele conta como os processos de mudança influenciam a sua percepção de mundo e, consequentemente, de si próprio e de suas canções.

Além de obras inéditas, o show traz canções como "Chinelo de cristal" e "Quarto crescente", presentes no repertório da banda Pirigulino Babilake, liderada por Pietro há mais de dez anos, com dois discos gravados e uma série de turnês na carreira. Também estão presentes canções em parceria com outros compositores, com destaque para o poeta Galvão, letrista da banda Novos Baianos.

“É um show bem diferente dos trabalhos que eu vinha fazendo. Tem um ar intimista com um tom divertido. As canções e poesias são costuradas por histórias que revelam detalhes sobre minha trajetória e sobre as canções. No repertório eu canto, além de composições gravadas com a Pirigulino Babilake, músicas e poemas inéditos”, explica Pietro.

O show, que conta com o roteiro e a direção artística da Nave – Plataforma de lançamento, formada por Talis Castro e Daniel Farias, estreou em outubro de 2016 com apresentações em Salvador, Feira de Santana e São Paulo. “A Nave transformou o meu dilema em algo que fazia sentido. Estou muito confortável com o formato do show e muito feliz com o resultado”.
Reações:

0 comentários:

Postar um comentário