segunda-feira, 24 de abril de 2017

MARCELO ROSENBAUM E CLAUDIA LEITÃO PARTICIPAM DO IAÔ ENCONTROS CRIATIVOS

Foto: Caue Diniz.

Mercado IAÔ não é só música. O projeto tem como objetivo principal fomentar a economia criativa em Salvador, principalmente na Península de Itapagipe. É dentro deste tema que o IAÔ Encontros Criativos vai reunir o designer Marcelo Rosenbaum (04 de maio) e a professoraClaudia Leitão (05 de maio), a partir das 17 horas, no MAB – Museu de Arte da Bahia, no Corredor da Vitória.
O evento, que tem o patrocínio da Vivo, através do Fazcultura eGoverno do Estado, terá a participação da cantora MargarethMenezes, presidente do Mercado IAÔ. A abertura também contará com a presença de Jorge Portugal, Secretário de Cultura, e JaquelineAzevedo, diretora do Mercado Iaô. O público será recebido com um concerto de flautas com Berta e Louise Pitanga.
MARCELO ROSENBAUM
A Economia Criativa, uma das principais metas do Mercado IAÔ em 2017, será o principal tema do encontro. No primeiro dia, Marcelo Rosenbaum vai falar sobre os trabalhos de fomentação do artesanato no país, através do seu instituto A Gente Transforma, como o da comunidade de Várzea Queimada, no Piauí. Após a palestras, mediada por Tereza Carvalho, diretora do IAÔ, o público poderá bater um papo com o designer sobre o seu segredo de acionar uma rede de instituições, associações e parceirosque viabilizam a transformação de comunidades a partir do produto artesanal.
CLAUDIA LEITÃO
Uma das principais autoridades sobre o tema no país, a professora Claudia Leitão foi a responsável pela criação Secretária da Economia Criativa (SEC), do Ministério da Cultura -(MInC), a qual foi sua primeira gestora entre os anos de 2011/2013. Vários dos seus programas, tornaram-se referência para as políticas públicas nacionais de cultura, como é o caso dos Agentes de Leitura, Mestres da Cultura Tradicional Popular e Cultura em Movimento: Secult Itinerante, que lhe rendeu o Prêmio Cultura Viva, do Ministério da Cultura (MinC). A sua palestra será mediada pela professora Daniela Canedo, da OBEC.
Reações:

0 comentários:

Postar um comentário