quarta-feira, 17 de maio de 2017

NATA realiza sete oficinas de teatro no Centro de Cultura de Alagoinhas


Aulas serão ministradas pelos integrantes do grupo em Alagoinhas nos meses de junho e julho de 2017

Exu – A Boca do Universo, o Núcleo Afro Brasileiro de Teatro de Alagoinhas – NATA  Foto: Andréa Magnoni

Após temporada com casa cheia do espetáculo Exu – A Boca do Universo, o Núcleo Afro Brasileiro de Teatro de Alagoinhas – NATA leva o projeto ORO AFRO BUMERANGUE para “casa” com a realização de sete oficinas direcionadas a artistas e interessados do município de Alagoinhas e região. As oficinas são de dança, dramaturgia preparação de atores, produção teatral e elaboração de projetos culturais, teatro de grupo, iluminação cênica e percussão para mulheres.
As inscrições para as oficinas já podem ser realizadas pelo site do grupo (www.natateatro.com.br/oroafrobumerangue) e, presencialmente, no Centro de Cultura de Alagoinhas, onde serão ministradas as aulas nos meses de junho e julho (confira programação abaixo). As oficinas marcam o início de uma temporada de três meses do grupo no cenário cultural alagoinhense, que abrange ainda a realização de um Sarau Afro Poético, do IPADÊ – Fórum NATA de Africanidade e apresentações do projeto Natas em Solos, no mês de agosto.
Com o projeto OROAFROBUMERANGUE, o NATA busca aprofundar seus conhecimentos artísticos, políticos, culturais e estéticos. “Queremos fortalecer o cenário teatral alagoinhense. Desejamos acender o profícuo intercâmbio entre a capital e o interior e os referenciais identitários negros, por isso, Bumerangue. Retornamos com as ações do grupo na nossa cidade natal e queremos trocar com os artistas de Alagoinhas tudo que aprendemos nesses anos de estrada”, explica a diretora Fernanda Júlia Onisajé.
As inscrições para cada oficina se encerram sempre 05 dias antes do início da respectiva oficina. Os selecionados serão divulgados 02 dias antes no site do NATA e nos murais do Centro de Cultura de Alagoinhas. A ação conta com apoio financeiro do Governo do Estado via Fundo de Cultura da Bahia, da secretaria da Fazenda e Secretaria de Cultura do Estado da Bahia.
Fundo de Cultura do Estado da Bahia (FCBA) – Criado em 2005 para incentivar e estimular as produções artístico-culturais baianas, o Fundo de Cultura é gerido pelas Secretarias da Cultura e da Fazenda. O mecanismo custeia, total ou parcialmente, projetos estritamente culturais de iniciativa de pessoas físicas ou jurídicas de direito público ou privado. Os projetos financiados pelo Fundo de Cultura são, preferencialmente, aqueles que apesar da importância do seu significado, sejam de baixo apelo mercadológico, o que dificulta a obtenção de patrocínio junto à iniciativa privada. O FCBA está estruturado em 4 (quatro) linhas de apoio, modelo de referência para outros estados da federação: Ações Continuadas de Instituições Culturais sem fins lucrativos; Eventos Culturais Calendarizados; Mobilidade Artística e Cultural e Editais Setoriais. Para mais informações, acesse: www.cultura.ba.gov.br

OFICINAS OROAFRO – ALAGOINHAS

EU VEJO VOCÊ - DANÇA DOS ORIXAS PARA NÃO DANÇARINOS | FABÍOLA NANSURÊ
De 01 a 04/06
Quinta e Sexta: 18h as 22h
Sábado e Domingo: 10h às 17h
Tem como objetivo colocar não dançarinos em contato com a dança do orixá, proporcionando autoconhecimento corporal, ativando a energia do corpo, conectando o indivíduo às suas pulsações e pulsões energéticas e tendo contato com a força ancestral presente na dança do orixá.

A ESCRITA DA CENA – PROCEDIMENTOS DE CRIAÇÃO DRAMATÚRGICA| DANIEL ARCADES e THIAGO ROMERO
De 08 a 11/06
Quinta e Sexta: 18h as 22h
Sábado e Domingo: 10h às 17h
A oficina propõe a construção de um trabalho colaborativo entre encenação e dramaturgia. Os estímulos dados para a construção de uma cena por um encenador será registrado por um dramaturgo e passará por um primeiro tratamento poético. O exercício da interpretação e o acesso à encenação constroem a dramaturgia desta oficina.

OFICINA DE PREPARAÇÃO DE ATORES – OJUINAN | FERNANDA JÚLIA ONISAJÉ
De 15 a 18/06
Quinta e Sexta: 18h as 22h
Sábado e Domingo: 10h às 17h
Esta oficina objetiva potencializar e instrumentalizar os artistas de Alagoinhas quanto ao trabalho do ator no processo poético do NATA, as especificidades no que tange a preparação corporal e os dispositivos de atuação.

TEATRO DE GRUPO E TEATRO NEGRO NO BRASIL | FERNANDA JÚLIA ONISAJÉ e ANTONIO MARCELO
De 06 a 09/07
Quinta e Sexta: 18h as 22h
Sábado e Domingo: 10h às 17h
Esta oficina pretende historicizar o Teatro de grupo e o Teatro Negro no Brasil realizando uma reflexão teórica sobre o tema, a fim de contribuir para o fortalecimento do Teatro de grupo e o Teatro Negro no interior do estado da Bahia.

PRODUÇÃO TEATRAL E ELABORAÇÃO DE PROJETOS CULTURAIS | SUSAN KALIK
De 13 a 16/07
Quinta e Sexta: 18h as 22h
Sábado e Domingo: 10h às 17h
A oficina propõe um olhar sobre a produção teatral, com o objetivo de apresentar ferramentas para a criação, produção e organização de projetos teatrais. Para a discussão serão utilizados cases de sucesso da Modupé Produtora, como os espetáculos NAMÍBIA, NÃO! de Lázaro Ramos e EXU, A BOCA DO UNIVERSO do grupo NATA.

PINTANDO SENTIMENTOS - A LUZ EMCENA | NANDO ZÂMBIA
De 20 a 23/07
Quinta e Sexta: 18h as 22h
Sábado e Domingo: 10h às 16h
"Pintando Sentimento – A luz EmCena", oficina de Nando Zâmbia, voltada para profissionais da cena na compreensão da luz dramática, otimizando o aproveitamento da iluminação cênica na valorização das expressões no palco e na construção da personagem.

MULHERES, TAMBORES E POÉTICAS FUTURISTAS | SANARA ROCHA
De 27 a 30 de julho.
Quinta e Sexta: 18h as 22h
Sábado e Domingo: 10h às 16h

A oficina “Mulheres, Tambores e Poéticas Futuristas”, proposta por Sanara Rocha, pretende, através de exercícios rítmico práticos, iniciar mulheres no universo da percussão. Como estratégia de empoderamento e para construção de novas poéticas cênicas femininas. 
Reações:

0 comentários:

Postar um comentário