sexta-feira, 19 de maio de 2017

Ouro Negro apoia blocos afros, afoxés e escolas de samba na Micareta de Feira


As agremiações desfilam entre os dias 19 e 21 de maio nos Circuitos Quilombola e Maneca Ferreira


A partir de sexta-feira (19), os blocos afros, afoxés e escolas de samba encantam e dão mais brilho a Micareta de Feira de Santana. Em um novo Circuito Quilombola, eles se apresentam no trecho que compreende o cruzamento da Avenida Presidente Dutra com a Rua Comandante Almiro até a Avenida Maria Quitéria. Na sétima edição do Ouro Negro Feira, 21 entidades carnavalescas de matriz africana participam da micareta com o apoio do Governo do Estado, da Secretaria de Cultura do Estado da Bahia (SecultaBA), através do Centro de Cultura Populares e Identitárias (CCPI).
No primeiro dia da festa os desfiles começam a partir das 19h, com a escola de samba Brasil Meu Samba. Ao todo serão nove agremiações que estarão na avenida com o apoio do Ouro Negro: Afoxé Filhos De Oxalá, Afoxé Filhos de Ogum, Afoxé Filhos de O’Guian, Afoxé Filhos de Nanã, Afoxé Pomba de Malê, Bloco Afro Urubus do Reggae, Bloco Afro Guerreiros de Moçambique, Bloco Afro Filhos de Malê.
O sábado (20) da Micareta de Feira é reservado para os blocos afros. Das 13 entidades, seis delas desfilam no Circuito Quilombola com o apoio do Ouro Negro. São elas: Bloco Afro Muzembela, Bloco Afro Flor De Ijexá, Bloco Afro Zumbi Dos Palmares, Bloco Afro Tambores Urbanos, Bloco Afro Nelson Mandela e Bloco Afro Feira África Axé. Apenas o Bloco Quilombo sai do bairro Capuchinhos, fazendo o circuito principal, a partir das 21h.
No domingo (21), das cinco escolas de samba que encerram a Micareta, três são apoiadas pelo Ouro Negro, os grêmios recreativos, G.R.E.S Nativos de Santana, G.R.E.S Marquês de Sapucaí G.R.E.S Escravos do Oriente. Além destes, o Bloco Quixabeira da Matinha será a atração do circuito principal, com desfile marcado para 17h15.

Sobre o Projeto Ouro Negro - Através do projeto Ouro Negro Feira, lançado pela SecultBA no ano de 2011, e coordenado pelo Centro de Culturas Populares e Identitárias (CCPI), agremiações carnavalescas de matriz africana vêm garantindo a sua sustentabilidade. A Secretaria de Cultura estimula a valorização e a preservação da tradição afro, com desfile com alas e roupas tradicionais, além da renovação dos integrantes destes blocos, com maior presença da juventude. Dentro de suas comunidades, estas entidades contribuem para o desenvolvimento social através da construção de uma cultura cidadã.

ORDEM DE DESFILE - MICARETA 2017 - PROJETO OURO NEGRO
CIRCUITO QUILOMBOLA (Avenida Presidente Dutra esquina da Rua Comandante Almiro até a Avenida Maria Quitéria)

SEXTA-FEIRA 19 DE MAIO DE 2017
19:00 – G.R.E.S BRASIL MEU SAMBA
20:00 – AFOXÉ FILHOS DE OXALÁ
20:30 – AFOXÉ FILHOS DE OGUM
21:30 – AFOXÉ FILHOS DE O’GUIAN
22:00 – AFOXÉ FILHOS DE NANÃ
23:00 – AFOXÉ POMBA DE MALÊ
23:30 – BLOCO AFRO URUBUS DO REGGAE
00:30 – BLOCO AFRO GUERREIROS DE MOÇAMBIQUE
01:00 – BLOCO AFRO FILHOS DE MALÊ

SÁBADO 20 DE MAIO DE 2017
19:00 – BLOCO AFRO MUZEMBELA
20:30 – BLOCO AFRO FLOR DE IJEXÁ
22:00 – BLOCO AFRO ZUMBI DOS PALMARES
23:00 – BLOCO AFRO TAMBORES URBANOS
23:30 – BLOCO AFRO NELSON MANDELA
00:30 – BLOCO AFRO FEIRA AFRICA AXÉ
Observação: BLOCO QUILOMBO DO REGGAE sai dos Capuchinhos, a partir das 21h, para o Circuito Maneca Ferreira.

DOMINGO 21 DE MAIO DE 2017
19:30 – G.R.E.S NATIVOS DE SANTANA
20:00 – G.R.E.S MARQUÊS DE SAPUCAÍ
20:30 – G.R.E.S ESCRAVOS DO ORIENTE

Observação: BLOCO QUIXABEIRA DA MATINHA desfila no Circuito Maneca Ferreira às 17h15.
Reações:

0 comentários:

Postar um comentário