quinta-feira, 8 de junho de 2017

Filhos de Gandhy celebram Dia de Santo Antônio com reza e distribuição de sopa solidária

Foto: João Ramos.

Cerimônia religiosa acontece nos próximos dias 11, 12 e 13, no Pelourinho. Já a ação solidária ocorre no último dia da reza

Em comemoração ao Dia de Santo Antônio, celebrado na próxima terça-feira (13), o Afoxé Filhos de Gandhy abre as portas de sua sede, no Pelourinho, para três dias de reza em homenagem ao santo padroeiro dos pobres, que inclui distribuição de feijoada e sopa.

A cerimônia religiosa acontece nos próximos dias 11, às 9h, e 12 e 13, às 17h. Além de rezar pedindo intercessão de um dos santos mais populares do catolicismo brasileiro, no último dia de celebração (13), a entidade serve, para associados e amigos, a feijoada de Ogum, às 12h. No mesmo dia, às 18h, ainda serão distribuídos 300 pratos de sopa para a comunidade local.

A Reza de Santo Antônio é uma tradição mantida pelos Filhos de Gandhy há mais de 20 anos. Já a ação solidária será realizada pela primeira vez, graças a uma iniciativa do novo presidente do afoxé, Gilsoney de Oliveira, que resolveu unir a celebração ao franciscano à mensagem de paz transmitida pela entidade. 

Sobre Santo Antônio
Nascido em 15 de agosto de 1195, na cidade de Lisboa, Portugal, Fernando de Bulhões y Taveira de Azevedo tornou-se franciscano aos 27 anos e adotou o nome Antônio em homenagem a São Antonio Pároco. Destacou-se entre os frades como um grande pregador, simples, virtuoso, e doutrinalmente correto, a ponto do próprio Francisco incumbir-lhe de ensinar teologia para os frades menores. Assim, percorreu vários locais por onde havia comunidades franciscanas.

Na cidade de Pádua, Frei Antônio dedicou-se intensamente à pregação, ao atendimento de confissões, e ao auxílio aos pobres, o que lhe valeu o alto apreço pelos moradores da cidade, e, também, a deterioração de sua saúde, estressado pelo extenuante trabalho pastoral que executava. Morreu em 13 de junho de 1231, e declarado santo pelo Papa Gregório IX em 30 de maio de 1232, onze meses após sua morte, sendo assim o processo de canonização mais curto da história. É conhecido como Santo Antônio de Pádua, Santo Antônio do Pão dos Pobres, Santo Antônio do Desterro, e, claro, Casamenteiro. Já no candomblé, ele corresponde a Ogum.

SERVIÇO
O Quê: ‘Reza de Santo Antônio’
Data: 11, 12 e 13 de junho. Distribuição de feijoada e sopa apenas dia 13
Hora: 11, às 9h, e 12 e 13, às 17h. Feijoada de Ogum às 12h; Sopa solidária às 18h
Local: Sede do Afoxé Filhos de Gandhy - Rua Gregório de Matos, 53, Pelourinho
Evento Gratuito
Mais informações: 3321-7073
Reações:

0 comentários:

Postar um comentário