quinta-feira, 1 de junho de 2017

TUDO PRONTO PARA O BALLACE 2017, FESTIVAL NACIONAL DE DANÇA!




Tudo pronto para a edição 2017 do Ballace, Festival Nacional de Dança, que nos dias 14,  15, 16 e 17 de junho será realizado em Salvador.  A abertura oficial acontece a partir das 17h do dia 14.06 (quarta-feira), no Teatro da Cidade, com um coquetel para imprensa e convidados, no Foyer, seguido do Pocket Talk Show “Vida de Bailarina”, com Ana Botafogo, que terá entrada franca. Nos dias 15,16 e 17 o Festival, projeto idealizado e dirigido pela profissional de dança Anna Cristina Gonçalves, prossegue no palco do Teatro da Cidade, Colégio Villa, na Avenida Paralela. Os ingressos custam R20,00 e R$ 10,00 e estarão à venda na bilheteria do teatro.

Iniciado em 2006, o Ballace busca promover e divulgar a dança na Bahia, e para tanto monta uma ampla estrutura para apresentações de palco, oficinas, cursos e palestras que abordam os diversos aspectos da arte. Durante o Festival serão realizadas, por exemplo as Master Classes, sempre a partir das 10h30, durante os três dias.  Destaque também para a Sessão de Dança Contemporânea, que será aberta no dia 15/6, às 18h, por Maxmiler Junio (BH), melhor bailarino de Joinville em 2016 e para a Sessão Clássica, com os talentosos e prestigiados Guilherme Maciel e Carolina Pegurelli (SP), no dia 15/06, às 14h.

REVELAÇÕES
Durante o concurso professores das maiores companhias do Brasil observam os jovens bailarinos em busca de revelar os maiores talentos. Os selecionados ganham bolsas de estudo para o Miami City Ballet e se classificam para audições do YAGP – Nova York. O Ballace, Festival Nacional de Dança edição 2017 tem patrocínio de O Boticário e do Governo do Estado, através do Fazcultura, Secretaria da Fazenda e Secretaria de Cultura do Estado da Bahia. Apoio cultural da Só Dança, Capezio e Ipar. Realização da Pinaúna Editora.

“A Bahia é artística e todo baiano dança”, ressalta Anna Cristina Gonçalves que afirma que o festival surgiu para estimular e desenvolver talentos que brotam nas escolas e nas ruas. “O Ballace já é esperado a cada ano como oportunidade de crescimento através de cursos, oficinas e palestras, além das apresentações onde os destaques recebem troféus e prêmios em dinheiro. O mais gratificante entretanto, é acompanhar o desenvolvimento dos bailarinos e dos grupos ano a ano”, conclui a idealizadora que recebe todos os anos no evento um grande público que vem de todos os estados do Brasil e do interior da Bahia para concorrer, aprender e se aperfeiçoar.

GRANDES NOMES
Ana Botafogo, que já se transformou na madrinha do Ballace já confirmou presença. Mas nesta edição também participam outros grandes nomes da dança no Brasil : Alica Arja, diretora artística, coreógrafa, professora, responsável pelas Relações Internacionais na América do Sul do Miami City Ballet; Caio Nunes, presidente do Sindicato dos Profissionais de Dança do Rio de Janeiro, bailarino, coreógrafo, professor, mestre, diretor, jurado em concursos e mostras de dança, especialista em dança que trabalha na Rede Globo de Televisão; Tutto Gomes, professor, coreógrafo, ator, bailarino e preparador físico;   João Wlamir, jurado, coach de ballet clássico e representante do Instituto Passo de Arte para escolha de participação/seletiva  para o YAGP - Rio de Janeiro; Maxmiler Junio, professor e bailarino; Edith Méric, dançarina e coreógrafa premiada, diplomada pelo Estado Francês; Gilmar Sampaio, bailarino, meitre de balé e coreógrafo; Jorge Texeira, bailarino e coreógrafo premiado internacionalmente; Nilmara Rocha, fundadora e diretora da Koru Cia de Dança, bailarina, interprete criadora, professora, coreógrafa e pesquisadora; Tania Agra, bailarina, figurinista, professora e coreógrafa.

O FESTIVAL
Mais do que um grande festival de Dança, que reúne muitos dos mais expressivos e reconhecidos nomes dessa linguagem artística que encanta e seduz as mais diversas plateias em todo o mundo, o Ballace Festival, se tornou, desde seu primeiro momento de existência, uma grande e sólida plataforma, não só para exibir um diverso painel da dança no Brasil, mas também como uma grande e inclusiva vitrine para a mostra de jovens talentos. Moças e rapazes dos quatro cantos do país desembarcam em Salvador, trazendo na bagagem, vocação, aptidão e acima de tudo sonhos, que muitas vezes se tornam realidade num país de poucas oportunidades.

PREMIAÇÕES
As premiações do Ballace em 2017 serão :
Bolsas de estudo para os cursos de férias nacionais
1º lugar em grupo – vaga garantida no Passo de Arte - SP
Duas vagas para o YAGP seleção Brasil (escolhidas pelo IPAR)
Troféus especiais para os que se destacarem no evento nas categorias : Melhor Coreógrafo, Melhor Professor Ensaiador, Melhor Coach e Bailarino Revelação
Premiações em dinheiro
Kits de produtos de dança

AGENDA DO BALLACE 2017
15 de junho de 2017 – Quinta feira
Secretaria 7:30 – 16:00  
Ensaios de palco 7:30 – 12:00
Cursos e Oficinas 9:00 – 15:00
Feira de Produtos 9:00 – 20:00
Concurso: 14h  - Clássico de repertório
Concurso: 18h - Contemporâneo
16 de junho – Sexta feira
Secretaria 7:30 – 16:00
Ensaios de palco 7:30 – 12:00
Cursos e Oficinas  7:30 – 15:00
Feira de Produtos 9:00 – 20:00
Concurso:14h – Variações
Concurso: 18h – Estilo Livre
17 de junho – Sábado
Secretaria 7:30 – 16:00
Ensaios de palco 7:30 – 12:00
Cursos e Oficinas 7:30 – 15:00
Feira de Produtos 9:00 – 20:00
Concurso: 14h – Clássico Livre
Concurso: 18h – Jazz

SERVIÇO :
Ballace, Festival Nacional de Dança
14 de junho - abertura – Coquetel, às 17h, no Foyer do TCA
14 de junho - Pocket Talk Show “Vida de Bailarina”, com Ana Botafogo, às 18h, palco principal do TCA
15, 16 e 17 de junho – Ballace, Festival Nacional de Dança -  Teatro da Cidade, Colégio Villa, na Avenida Paralela – a partir das 7h30 - ingressos a R$20,00 e R$ 10,00
Assessoria de Imprensa – Ótima Comunicação – Dirceu Factum (71 98602-2321) & Doris Pinheiro (71 98896-5016)

MAIS SOBRE OS CONVIDADOS
ALICE ARJA
Teve seu curso de qualificação profissional de bailarina, concluído no Centro de Dança Rio, tendo dançado como bailarina de Corpo de Baile, solista e em alguns principais papéis no Centro de Dança Rio.
Seu profundo amor pela dança e pelo magistério a levou a especializar-se na técnica de dança clássica inglesa, russa e cubana, aprofundando-se nos estudos da técnica e estilo de Balanchine, além do currículo training ABT (NY- USA), que com isso baseou-se para a criação do sistema de ensino Alice Arja, criado para sua instituição e hoje aplicando consultorias em diversas escolas de dança no Brasil e exterior.
Possui ainda especializações em dança infantil, terminologia e codificação para Dança Clássica, História da Dança e Repertório Internacional prático e técnico.
Com a fundação de sua escola aprimorou-se em Direção Artística e Geral, além de formação em composição coreográfica e coreologia.
Atualmente é Relações Internacionais na América do Sul do Miami City Ballet.

CAIO NUNES
Presidente do Sindicato dos Profissionais de Dança do Rio de Janeiro. Prestigiado bailarino, coreógrafo, professor, mestre, diretor, jurado em concursos e mostras de dança, especialista em dança, trabalha na rede Globo de televisão onde responde por inúmeras montagens e preparações.
Experiente com crianças, jovens, adultos trabalhou 15 anos na Globo com Angélica, 5 anos no Gente Inocente e mais de 13 anos no Criança Esperança.
É um profissional de renome em nosso país e no exterior e bastante conhecido em suas participações nas edições anteriores do Ballace.

EDITH MÉRIC
Edith Méric é diplomada pelo Estado Francês, pela sua confirmada experiência em matéria de dança.
Formada em Ballet Clásico, Dança Contemporânea e Jazz, em Cannes (FR), Edith Méric encontrou através da magnífica arquitetura e fineza de sua escrita, a verdadeira dimensão de coreografia contemporânea exibindo-se na França, Espanha e outros países.
Atuou como assistente de direção na “Jornada de Dança Moderna da Bahia” que teve como convidada a diretora da Isadora Duncan Foundation de Nova York, Lori Belilove, onde apresentou coreografias do repertório de Isadora Duncan na Sala do Coro do Teatro Castro Alves. Ministrou workshops de investigação coreográfica para professores de dança em edições anteriores do Ballace e do Balace Kids, sempre com enorme adesão e sucesso.

GILMAR SAMPAIO
Iniciou seus estudos na Escola de Balé do Teatro a Castro Alves, por concurso público ingressa no Balé Teatro Castro Alves, (Companhia Oficial de Dança do Estado), onde teve a oportunidade de trabalhar com os maiores nomes da dança brasileira e internacional, viajando por vários países representando a Bahia e o Brasil.
No BTCA, além de bailarino atuou como Maitre de Balé, Coreógrafo e Assistente de Coreografia.
Premiado nos principais concursos nacionais de Dança do País, é convidado com frequência para participar como jurado, coreógrafo, e professor dos grandes concursos de Balé Classico do País , sendo também responsável pela formação de bailarinos profissionais que se destacam em companhias no Brasil e no Exterior.

JOÃO WLAMIR
Bailarino Solista do Teatro Municipal do Rio de Janeiro, desde 1981 e hoje exerce a função de Ensaiador do Corpo de Baile. Fundador, coreógrafo e diretor do Grupo de Dança D.C.. Participou e coreografou todas as turnês europeias do Grupo de Dança D.C., em 2001 e 2004.
Como Bailarino teve formação com: Tatiana leskova. Aldo lotufo, Desmond Doyle, Jorge Siqueira, Alain Leroy, Dalal Aschar, Jean-Yves Lormeau, Carlota Portela, Eliana Karin, Eugenia Feodorova, Angel Viana entre outros.
Trabalhou ao lado de Nomes como: Márcia Haydee, Fernado Bujones, Natalia Makarova, Desmond Kelly, Paulo Rodrigues, Nora Esteves, Cecília Kerche, Áurea Hammerli, Lázaro Carreño, Julio Bocca, Jean-Yves Lormeau, Elisabeth Platel, entre outros.
Como coreógrafo trabalhou para grandes Nomes, tais como: Ana Botafogo, Cecilia Kerche, Francisco Timbó, Paulo Rodrigues, Laura Prochet, Betina Dalcanalle, Áurea hammerli, Bruno Cesário, Sérgio Marshall e todos participantes do Grupo de Dança D.C.
Desde 1998 é julgador do Desfile das Escolas de Samba do Grupo Especial do Rio de Janeiro, onde algumas vezes coreografou o quesito Comissão de Frente.
Desde 2000 participa do Festival de Dança de Joinville como jurado, participante ou como Membro do Conselho Artístico.
Foi jurado do programa de TV "Se Ela Dança eu Danço" (SBT).

JORGE TEXEIRA
Nascido na cidade do Rio de Janeiro, formou-se em Educação Artística pela Faculdade de Formação Profissional Integrada e em Música pela Escola de Música Villa-Lobos.
Desde 2000, presta Consultoria Artística e supervisiona cursos de formação profissional em ballet clássico, de diversas escolas de dança no Brasil,
Reconhecido e premiado internacionalmente, em janeiro de 2007, fundou o Conservatório Brasileiro de Dança e a ONG Ciranda Carioca, com a qual, nos anos de 2008 e 2009, recebe o prêmio de “Melhor Grupo” concedido pelo Festival de Dança de Joinville, mais importante competição de dança do país, e pelo V Fest Dance, o “Prêmio de Melhor Maitre”. Desde 2007, assina como coreógrafo a Comissão de Frente de Escolas de Samba do Grupo Especial do Carnaval do Rio de Janeiro.

MAXIMILER JUNIO
Graduando em Dança pela UFMG. Iniciou sua formação em Belo Horizonte no Programa Valores de Minas. É bailarino e professor do Harmonia Studio de Dança e Oficina da Dança em Belo Horizonte, atualmente é bailarino do Ballet Jovem Minas Gerais e da Cia de Jazz Harmonia. Em 2016 recebeu o premio de melhor bailarino do Festival de dança de Joinville.

NILMARA ROCHA
Fundadora e Diretora da Koru Cia de Dança, Bailarina, interprete criadora, professora, coreógrafa e pesquisadora
Possui experiência em dança moderna, contemporânea, afro, ginástica laboral, balé clássico, dentre outros. Recreadora e animadora. Formada pela Escola de Dança da Fundação Cultural / técnico em dança e pela Universidade Federal da Bahia - Licenciatura em Dança.
Segundo elenco do Balé Folclórico da Bahia. Professora da Escola de Dança da Fundação Cultural do Estado da Bahia. Atualmente frequentou o curso de mestrado em dança como aluna especial e está concluindo o curso de pós-graduação em dança na Federal e curso de formação de professor pela Physio Pilates (Polestar Pilates).

TANIA AGRA
Tania Agra iniciou sua carreira profissional como bailarina, depois professora e coreógrafa, em 1989 abriu seu ateliê no Rio de Janeiro dedicando-se a criação e confecção de figurinos para ballet, teatro e shows, desde então trabalhou em produções com os melhores e mais famosos coreógrafos do Brasil.
Como convidada do Festival de Dança de Joinville em 2003 apresentou pela primeira vez no Brasil, uma exposição sobre trajes para ballet de repertório, resultado de sua pesquisa sobre o Figurino na Dança.
Em 2004 expos o mesmo trabalho no evento Tempo de Arte em Uberlândia a convite do coreografo Tíndaro Silvano.
É responsável pelos trajes do acervo particular das primeiras bailarinas do Theatro Municipal do Rio de Janeiro, Ana Botafogo e Aurea Hammerli.
Atuou como figurinista em companhias como “Cia Brasileira de Ballet”, “Cia Jovem da Escola do Teatro Bolshoi” , e “DC Cia de Dança”, dirigida por João Wlamir.
Seu trabalho mais recente foi com o coreógrafo Ben Huys do New York City Ballet, na remontagem de ballets de George Balanchine para a “São Paulo Cia de Dança”.
Atualmente dirige seu Ateliê, participa de Concursos de Dança como comentarista de figurinos e ministra palestras sobre o tema.

TUTTO GOMES
É formado em Teatro pela ESCH-Escola Superior de Artes Célia Helena-SP, atuou como bailarino profissional no Ballet de Londrina/PR, Balé do Teatro Castro Alves/BA e Balé da Cidade de São Paulo/SP. Atualmente é Bailarino do BTCA e é preparador físico e coreógrafo de peças de teatro.
Por todo período profissional, atuou em mais de 15 países, e também exerceu a função de coreógrafo em diversas escolas. Em 2006 é indicado ao Prêmio Mentor and Protegè, uma iniciativa da famosa marca de relógios suíço Rolex.
Em São Paulo coreografou para Escola Municipal De Bailados(hoje Escola de Danças de São Paulo) e participou de Workshop de novos coreográficos do Balé da Cidade. Em parceria com o coreógrafo/professor João Pirahy desenvolve trabalhos de criação e direção cênica em espetáculos para artistas profissionais e iniciantes em dança, no Coletivo de Sonhos/SP, fazendo a fusão da Dança Contemporânea com outras artes.
Reações:

0 comentários:

Postar um comentário