quarta-feira, 1 de fevereiro de 2017

Dia Mundial de Combate ao Câncer


Especialista da clínica AMO, Mayana Lopes, esclarece algumas dúvidas sobre a doença

O dia 4 de fevereiro é o Dia Mundial de Combate ao Câncer. Aproveitando o ensejo da data, várias iniciativas acontecem em todo mundo no intuito de   conscientizar a população da importância da prevenção e diagnóstico precoce desta doença.
O câncer é um problema de saúde pública. De acordo com a OMS, os óbitos pela doença já atingem 8 milhões de pessoas por ano, um aumento de 40% nas últimas duas décadas. É a doença que mais cresce e pode chegar há 22 milhões de diagnósticos em 2030.

No Brasil, a estimativa é de aproximadamente 600 mil casos novos de câncer em 2017, segundo dados do Instituto Nacional do Câncer (INCA). E apesar de toda a evolução nos tratamentos, o câncer é a segunda maior causa de morte no Brasil, com aproximadamente 200 mil óbitos por ano.
Será que as pessoas estão informadas sobre o câncer? Duvidas são comuns sobre o assunto. Conversamos com Dra. Mayana Lopes, oncologista da Clínica AMO, sobre as principais dúvidas sobre o câncer.

O que é câncer? Câncer é tudo igual?
Esse é o nome genérico para um grupo de mais de 200 doenças diferentes, mas que têm o início comum, com um crescimento anormal e desordenado das células. Pode acontecer em diversas partes do corpo e o comportamento da doença varia de acordo com o tipo de câncer e com o paciente.

Por que o câncer ocorre? O que causa o câncer?
Existem vários fatores que favorecem o desenvolvimento do câncer, aumentando os riscos de uma pessoa. Predisposição genética (casos na família), hábitos alimentares, estilo de vida, ocupação, condições imunológicas e condições ambientais podem ter influencia no surgimento da doença.

O câncer pode ser prevenido?
Hábitos saudáveis; vencer a obesidade e o sedentarismo com atividades físicas; alimentação balanceada, não fumar, usar protetor solar e reduzir o consumo de álcool são os primeiros passos para diminuir o risco de desenvolver esta doença.

Porque mais pessoas têm câncer?
O aumento da expectativa de vida, a urbanização e a globalização são alguns dos fatores que podem explicar parte o aumento da incidência do câncer e consequentemente maior mortalidade por esta doença.

Existem exames preventivos?
Existe detecção precoce com exames específicos. Eles devem ser realizados de acordo com a orientação médica.
Os principais exames para as mulheres são exame ginecológico (Preventivo), mamografia para rastreio do câncer de mama e colo do útero respectivamente. Os homens devem ser avaliados pelo urologista para realizar o exame da próstata. E todos devem fazer a colonoscopia a partir dos 50 anos para detecção do precoce do câncer de intestino.

O câncer é hereditário?
Ao contrário do que muitas pessoas pensam, apenas 5 a 10% dos tumores são associados a história familiar.
Em alguns casos, é indicado um teste genético para avaliar mutação hereditária que predispõe a algumas neoplasias e em alguns casos se faz necessário exames mais específicos ou tratamentos profiláticos. 

O câncer é contagioso?
Não. O câncer não é transmissível.
Alguns vírus associados a alguns tumores como o HPV e o câncer de colo de útero são transmissíveis. Por isso a importância da vacinação contra o HPV na infância/ adolescência.

O câncer tem cura?
Atualmente, muitos tipos de câncer são curáveis, desde que tratados em estágios iniciais. Por isso a importância do diagnóstico precoce.

Mágoa ou Stress causam câncer?
A saúde emocional do paciente é fundamental para o enfrentamento da doença. E pode influenciar na aceitação do diagnóstico e dificultar o tratamento.

Todo tumor é câncer?
Não, nem todo tumor é câncer. A palavra tumor corresponde ao aumento de volume observado em uma parte qualquer do corpo. Quando o tumor se dá por crescimento do número de células, ele é chamado neoplasia - que pode ser benigna ou maligna. Ao contrário do câncer, que é neoplasia maligna, as neoplasias benignas têm seu crescimento de forma organizada, em geral lento, apresentam limites bem nítidos e elas tampouco invadem os tecidos vizinhos ou desenvolvem metástases. O lipoma e o mioma são exemplos de tumores benignos.

O que é metástase?
O aparecimento de metástases ocorre quando as células cancerígenas se desprendem do tumor primário e entram na corrente sanguínea ou no sistema linfático, podendo circular pelo organismo e se estabelecer em outro órgão.

A fé pode ajudar no tratamento?
Não existe comprovação científica sobre o poder da fé, mas os pacientes que entendem a doença têm uma postura mais positiva em relação a ela e ao tratamento.

Quem concluiu o tratamento indicado, tem risco de ter a doença novamente?
O paciente que tratou um câncer deve manter acompanhamento com o Oncologista para exames de seguimento, no intuito de detectar recidiva e rastrear outros tumores como qualquer outro paciente.

Como é o tratamento do câncer?
O tratamento do câncer pode ser feito pela cirurgia, radioterapia ou quimioterapia, utilizadas de forma isolada ou combinada. Depende do tipo da doença, das características do tumor, do estágio em que ela se encontra no momento do diagnóstico e de outras características relacionadas à doença e ao paciente.
Reações:

0 comentários:

Postar um comentário