domingo, 31 de janeiro de 2016

Claudia Leitte no Baile da Cidade

Fotos Fred Pontes- Divulgação


Claudia Leitte canta no evento Baile da Cidade, em Salvador,  neste domingo (31) no Clube Espanhol.

Confira alguns cliques:






Carlinhos Brown cuida de vira lata no seu desfile na abertura do carnaval de rua da Bahia em Salvador

Fotos Fred Pontes - divulgação

Carlinhos Brown abriu o carnaval de rua da Bahia em Salvador, à frente da Caetanave no bairro de Ondina em direção à Barra. 

Durante seu desfile Brown parou e pediu para sua produção dar água e pediu para população abrir caminho para o maior folião passar. Brown foi aplaudido.




Ator Global curte carnaval da Bahia sem camisa pelas ruas de Salvador

Fotos Fred Pontes- Divulgação


Ator Global, Emiliano Dávila, curtiu o pré-carnaval da Bahia, sem camisa, pelas ruas de Salvador, onde se divertiu no trio da Trident com Otto, Márcia Castro e Ellen, depois passou o cantor Durval Lelys na Trivela e os criadores do Trio elétrico Armandinho na Fubica de Dodô e Osmar.

Confira alguns cliques:







O Gordinho Gostoso, Neto LX, abre o carnaval do Camarote Skol Beats Spirit


O cantor Neto LX foi anunciado como mais uma atração do Camarote Skol Beats Spirit. Ele vai abrir a agitada e diversificada grade de shows, fazendo a primeira apresentação na quinta de carnaval. Depois da mistura do pagode e arrocha de Neto LX, a banda Aviões do Forró sobe ao palco levando o ritmo do forró pela primeira vez ao camarote.
“Estou contando os dias para esse momento único que é o carnaval de Salvador e a estreia no Camarote Skol Beats Spirit vai ser top! Preparei um repertório cheio de sucessos e muita energia para o show de abertura da turnê. Espero todos lá! Um ótimo carnaval”, comenta com entusiasmo Neto LX.
Depois do sucesso com a música ‘Gordinho Gostoso’, que estourou no carnaval passado e terminou a folia em primeiro lugar na lista das músicas mais baixadas do iTunes no Brasil, o cantor aposta em novo hit para esse carnaval. ‘O Dono do Banco’ foi lançada recentemente no Multishow e faz parte do álbum ‘Neto LX Hits’. A música segue a linha musical adotada pelo cantor, que mistura pagode e arrocha, com a a ideologia da ostentação do rap e hip hop americanos e do funk da baixada santista.
Além do show na quinta de carnaval no Camarote Skol Beats Spirit, o  “Rei dos Paredões”, como gosta de se definir, faz apresentações ainda no interior do estado (Barreiras-06/02; Itacaré-07/02; São Francisco do Conde-09/02; Porto Seguro-13/02), no Espírito Santo (08/02) e ainda puxa o Trio Pipoca Gordinho Gostoso no circuito Barra/Ondina, na sexta de carnaval.

SERVIÇOCamarote Skol Beats Spirit
Dias: de 4 a 9 de fevereiro de 2016
Horário: das 19h às 4h
Local: Circuito Barra/Ondina – Clube Espanhol
Classificação Etária: 18 anos
Atrações: Aviões do Forró e Neto LK (4/02); Bell Marques e banda Prá casar (5/02); Ju Moraes e Matheus e Kauan (6/02); Timbalada e Seu Maxixe (7/02),;Harmonia do Samba e Dan Valente (8/02); Tuca Fernandes e Noite Green Valley (9/02)
Praça de alimentação: Oliva Gourmet, Toko Temakeria, Subway e Croasonho
Vendas: www.centraldocarnaval.com.br
Realização: 2GB

sábado, 30 de janeiro de 2016

MARTA GÓES SERÁ A MADRINHA DO ‘PET ELÉTRICO’ NO FURDUNÇO




Marta Góes será a madrinha do ‘Pet Elétrico’amanhã, no desfile do Furdunço, marcado para começar às 15 horas, de Ondina até aBarra. Considerada a “Embaixadora do Carnaval”, a promoter baiana aceitou o convide do percussionista Wilson Café para desfilar a frente da banda, que vai reunir 150 percussionistas, guitarrista, baixista e o DJ Edy. Marta Góes vai levar a sua alegria e promete contagiar ainda mais o público neste arrastão dançante, com fusão da black music, hip hop, house, tribal, dancing music, samba, maracatu e embolada. No repertório do Pet Elétrico, composições do próprio Wilson Café, Tim Maia, Nação Zumbi, Racionais, David Gueta e Michael Jackson.

Marta é uma grande admiradora do trabalho social criado e desenvolvido por Wilson Café na Escola Percussiva, no Bairro do Cabula. As fantasias dos músicos, alegorias e a decoração do micro trio serão produzidos pelos seus alunos, que participaram de cursos para trabalhar com materiais recicláveis, entre ele o PET. “Sempre acompanhei a luta de Café para manter este trabalho soTcial. Além do ensino tradicional, a instituição oferece cursos profissionalizante em várias áreas. E se orgulha de ter garotos formados em percussão já atuando como profissionais”, comenta Marta.

Além de proporcionar muita diversão, o Pet Elétrico surgiu com a proposta de sensibilizar os foliões para a necessidade de promover ações sustentáveis, a exemplo da reciclagem e reuso do material de garrafas PET, bastante consumido nas festas populares

Campanha Balaio Verde no Bloco Amigos do Rio Vermelho por Luzia Moraes


O bloco Amigos do Rio Vermelho foi idealizado por amigos moradores do bairro em 2002, com o objetivo de resgatar a participação da comunidade nos festejos do dia 02 d fevereiro. Hoje, seu desfile com aproximadamente 5 mil foliões , se tornou sem dúvida o momento mais alegre do festejo.

Em 2016 festejaremos o 15 ano de existência do bloco na Praça Brigadeiro Faria Rocha com muita animação, e faremos  a entrega dos presentes a Yemanjá na prainha da rua Fonte do Boi com um grande espetáculo das Baianas com a participação da banda do Rio Vermelho. O bloco Amigos do Rio Vermelho mostrará, mais uma vez, a sua força de produzir alegria. Estaremos consolidando em 2016 mais uma cerimônia de entrega das oferendas a Yemanjá. Além do cortejo oficial na Praça de Santana, promovida pela Colônia de Pesca Z1, o bloco Amigos do Rio Vermelho elegeu em 2015 a prainha da rua Fonte do Boi, para fazer a entrega do balaio com os presentes para Yemanjá. Em 2016 essa cerimônia será muito mais emocionante.

A programação para o 2 de fevereiro de 2016 será a seguinte

11h30 – Inicio da apresentação da tradicional Banda do Rio Vermelho
12h – Desfile da Banda em direção a prainha da rua Fonte do Boi
12h30 as 13h - Cerimônia de entrega do balaio com as oferendas a Yemanjá na prainha da rua Fonte do Boi, próximo ao Hotel Pestana
13 às 14h30 – Apresentação da banda Rio Vermelho
14h30 às 15h30 – Lucy e Banda
15h45 às 17h30 – Bailinho de Quinta.


Campanha Balaio Verde

O Bloco Amigos do Rio Vermelho vai receber a ação socioambiental do Balaio Ecológico com nome de Campanha Balaio Verde que tem como principal objetivo orientar a sociedade para a manutenção do equilíbrio marinho neste Dia 02 de Fevereiro, mantendo a tradição do presente para Yemanjá, dando dicas para reduzir o impacto ambiental do Balaio.

O Secretário da Secretaria de Cidade Sustentável da Prefeitura de Salvador André Fraga é o padrinho e a produtora cultural Luzia Moraes, a madrinha "Yemanjá" da Campanha.

Luzia Moraes é filha de Yemanjá e participa há 4 anos do Projeto Balaio Ecológico, que envolve artistas na conscientização da preservação das praias de Salvador tendo a ação de conscientização do Balaio Ecológico na população, através da imprensa baiana que é acionada.

Luzia Moraes foi homenageada como Yemanjá no dia 02 de Fevereiro, no Bloco da Cidadania (2014 e 2015) e no Réveillon da Barra Axé Yemanjá por Sérgio Bezerra e Hellen Pacheco com Banda do Habeas (2014). E na Campanha Balaio Verde, em 2015 e 2016.


 A Campanha em 2016 contará com a tradicional Limpeza de Praia, neste caso a enseada do Rio Vermelho, no dia 01/02, a partir das 15h, com presença de artistas, empresários e formadores de opinião como ato simbólico de conscientização e "presente"para Yemanjá e dia 03 com ação de mergulhadores para limpeza do fundo do mar. 

SÁBADO DE VERÃO MOVIMENTADO NO PARAPRAIA COM BANHO DE MAR, VÔLEI E AÇÕES DE SAÚDE


Fotos: Alessandro Macedo

Vôlei adaptado e ações preventiva de saúde sobre proteção solar foram as novidades do ParaPraia neste sábado (30/01), que recebeu mais de 50 deficientes físicos e pessoas com mobilidade reduzida para banho de mar em Ondina. O projeto continua neste domingo, das 9 às 13 horas, em Ondina, de onde se despede para retornar, após o Carnaval, na Praia da Ribeira, na Cidade Baixa. A além dar assistência no banho de mar para os deficientes físicos e pessoas com mobilidade reduzida, amanhã terá mergulho adaptado e os alunos e professores da Escola Bahiana de Medicina e Saúde Pública trazem suas ligas acadêmicas para a praia para divertir e orientar os banhistas.
MERGULHO ASSISTIDO
O mergulho assistido é uma das principais atrações do domingo (31/01), no ParaPraia. Na sua terceira participação no projeto, os mergulhadores da Escola e Operadora de Mergulho Galeão Sacramento vão promover mais uma vez a emocionante experiência do mergulho na Praia de Ondina. Muitos deficientes físicos vão realizar o sonho de ver o fundo do mar pela primeira vez.
No mar, a diversão também está garantida com atividades lúdicas com bola e dança com espaguetes flutuantes, promovidas pela Liga Acadêmica de Fisioterapia Aquática. Na área da saúde, a Liga Acadêmica da Saúde da Mulher vai desenvolver ações sobre a higiene íntima. 

Nesta sua terceira edição, o ParaPraia vem atraindo cada vez mais participantes para o banho de mar com segurança e conforto. Muitos se emocionam ao entrar no mar pela primeira vez. Em cadeiras anfíbias, os banhistas contam com a total assistência de alunos e professores da Escola Bahiana de Medicina e Saúde Pública, parceira e apoiadora do projeto desde a primeira edição, que se faz presente com fisioterapeutas, enfermeiros e educadores físicos. O ParaPraia também patrocínio do Salvador Shopping,Braskem Banco Itáu.
Idealizado e promovido pela Prefeitura de Salvador, através da Secretaria Cidade Sustentável (SECIS), capitaneada pelo secretário André Fraga, o ParaPraia é realizado em duas praias totalmente adaptadas para deficientes físicos, com cadeiras anfíbias flutuantes, espaços para atividades recreativas, banheiros especiais, tendas e pistas de acesso. A novidade é um chuveirão, instalado pelo Salvador Shopping, que vai servir aos usuários do ParaPraia. A produção é da Outros 500 Marketing e Nossa Agência Marketing.


SERVIÇO:
ParPraia 2016;
Sábados e domingo de janeiro e fevereiro;
Das 8h às 13h;
De 9 a 31 de janeiro, na Praia de Ondina, em frente ao IBR – Instituto Bahiano de Reabilitação;
De 13 de janeiro a 28 de fevereiro, na Praia da Ribeira, na Cidade Baixa
Acesso gratuito

Chiclete com Banana divulga agenda oficial de Carnaval


  

banda Chiclete com Banana, formada por RAFA CHAVES, LELO LOBÃO, WADO MARQUES, WALTER CRUZ E DENY, já está pronta para levar alegria a milhares de baianos e turistas que visitarão Salvador, no Carnaval 2016. Além de fazerem a alegria dos foliões locais, o grupo animará o povo de Abaetetuba(PA) e Termas de Ibirá (SP). Para o repertório da folia, além dos grandes sucessos do próprio CHICLETE, incluindo a música recentemente lançada nas rádios, Chicletear (de Dieguito Cerqueira e que conta com a participação de Armandinho Macêdo), foram ensaiados hits de diversos artistas que já estão na boca do povo.

Segue a agenda oficial do Chiclete com Banana:
CARNAVAL 2016
·        05/02 (sexta-feira, 16h): Desfile no Bloco Nana Banana, no Circuito Barra Ondina;
·        06/02 (sábado, 16h30): Desfile no Bloco Nana Banana, no Circuito Barra Ondina;
·        06/02 (sábado): Show no Camarote do Nana (Ondina, Salvador);
·        07/02 (domingo): Show em Abaetetuba (PA);
·        08/02 (segunda): Show em Termas de Ibirá (SP);
·         09/02 (terça): Show no Carnaval nos Bairros, em Periperi (Salvador).

E ATENÇÃO! Hoje (Sábado, 30), eles fazem show em Catende-PE e amanhã (domingo, 31), o show é em Barra de Guabiraba – PE.

 



CAMPANHA 2016 - Com a determinação de ajudar no que for possível o combate ao mosquito da dengue, que gera doenças como a microcefalia, a banda Chiclete com Banana, durante o desfile, chamará a atenção da população para prevenção e cuidados no combate ao mosquito, inclusive distribuindo, de cima do trio, uma cartilha contendo informações a respeito.


É O CHICLETE COM BANANA misturando alegria com ação social para fazer um carnaval inesquecível.

Dançarina Lorena Improta irá curtir o Carnaval no Camarote Bar Brahma


(Foto: Agência FPontes/ Divulgação)



A dançarina do Balé do Faustão, Lorena Improta já decidiu que vai curtir o carnaval em sua terra natal. A baiana aproveitará o recesso das gravações durante o Carnaval para curtir a folia momesca. Ela escolheu o Camarote Bar Brahma Salvador, e marcará presença na quinta (04),  no sábado (06) e na terça (09).

Baiana legítima e apaixonada por dança, Lorena Importa foi eleita a  “Gata Brahma” pelo Camarote Bar Brahma no Carnaval do ano passado. Seis meses após a folia, Lorena Improta participou do concurso Bailarina do Faustão, e foi a finalista que obteve a maior votação com  9,9 pontos.

Tradicionalmente, o Camarote Bar Brahma em São Paulo é frequentado por artistas e personalidades nacionais e em Salvador não tem sido diferente. A expectativa este ano é receber dezenas de celebridades. Os artistas ficam super a vontade no Camarote, curtem, dançam e aproveitam o que o Carnaval de Salvador tem de melhor.

ATRAÇÕES - Pelo terceiro ano na capital baiana, o Camarote Bar Brahma se destaca pelos serviços diferenciados e exclusivos que presta aos seus foliões. Tudo isso para que as pessoas vivam uma experiência inesquecível durante o carnaval. Segurança conforto e excelentes serviços de gastronomia são itens indispensáveis do Camarote Bar Brahma.

Serão seis dias de muita folia. A abertura será na quinta-feira (4/2) com Márcio Victor e o som envolvente da banda Psirico. Ainda nesta primeira noite, os convidados poderão curtir a batida marcante da banda Papazonni. Na sexta (5/2), o público vai curtir o swing de Adelmo Casé, com a banda Negra Cor.

Para os amantes do sertanejo, a sexta-feira de carnaval contará ainda com o sucesso da dupla Pedro Paulo e Alex, que atrai milhares de fãs por onde passa. A noite do sábado (6/2), será do samba e quem ocupa o palco é o carioca Xande de Pilares. Já a cantora Alinne Rosa se apresenta no domingo (7/2).

Na segunda-feira (8/2), a animação ficará por conta da dupla Thaeme e Thiago. E na terça-feira (9/2), o cantor Alexandre Peixe, divide o palco com o carioca Mr Catra.

SERVIÇO
O quê: Camarote Bar Brahma Salvador                                             
Dias: 04 a 09 de fevereiro de 2016                                                                      
Horário: Das 18h às 05 h                                            
Local: Circuito Barra-Ondina -  Hotel Atlantic Towers   
Atrações: Psirico e banda Papazonni (04/02), Banda Negra Cor e a dupla sertaneja Pedro Paulo e Alex (05/02), Xande de Pilares (06/02), Alinne Rosa (07/02), dupla Thaeme & Thiago com participação especial do cantor Tiago Abravanel (08/02), Alexandre Peixe e MC Catra (09/02).
Valores:
Quinta (04) - $ 590 feminino e $ 690 masculino
Sexta (05) - $ 490 feminino e $ 590 masculino
Sábado (06) - $ 850 feminino e $ 950 masculino
Domingo (07) - $ 690 feminino e $ 790 masculino
Segunda (08) - $ 590 feminino e $ 690 masculino
Terça (09) - $ 1.200 feminino e $ 1.300 masculino - Últimas unidades!
Vendas: Stand de vendas no Shopping Barra  e no site www.camarotebarbrahmasalvador.com

DIVERSIDADE DE RITMOS E ESTILOS GARANTE FOLIA DEMOCRÁTICA NO CARNAVAL DA CULTURA



Mais de 360 artistas e grupos se apresentam nos projetos Carnaval do Pelô, Ouro Negro e Pipoca


Serão 15 grandes shows no palco principal do Largo do Pelourinho, montado em frente à Fundação Casa de Jorge Amado. Crédito: Almir Santos


Diversidade de ritmos, estilos e expressões retratam os mais de 360 diferentes artistas, grupos e entidades culturais que dão vida ao Carnaval da Cultura 2016. No ano em que o Carnaval do Pelô homenageia o centenário do primeiro samba gravado no Brasil, a Secretaria de Cultura do Estado da Bahia (SecultBA) apoia blocos afros, afoxés, de índios, de samba e de reggae, além de encontro de artistas, bandas de sopro e percussão, performances, palcos para shows e desfiles de chão, em apresentações gratuitas. Isso sem falar na criatividade dos microtrios e nanotrios, que são um convite à alegria sem cordas, para todos os públicos.

Para 2016, está previsto um investimento da ordem de R$ 11 milhões, destinado a quatro programas: Carnaval Ouro Negro, Carnaval do Pelô, Carnaval Pipoca e Outros Carnavais, que inclui a tradicional folia dos mascarados em Maragojipe. Juntos, eles mobilizarão cerca de 10 mil artistas em mais de 360 shows e performances artísticas. Realizado pela SecultBA, por meio do Centro de Culturas Populares e Identitárias (CCPI), o Carnaval da Cultura espalha-se pelos principais circuitos oficiais da festa em Salvador – Barra, Campo Grande e Pelourinho – e alcança também a cidade de Maragojipe, no Recôncavo Baiano. A programação promovida pelo Governo do Estado é um dos grandes diferenciais do Carnaval de rua e visa estimular e democratizar o Carnaval da Bahia.

“Essa homenagem ao samba é a inspiração central de nossa festa. Mas a diversidade deu nome à Bahia. Se você pensa em samba reggae, em marchinha, em frevo, em tudo aquilo que se adapta para o Carnaval, você vai ter um mosaico muito maior ainda de ritmos e expressões diferentes. E tudo isso é abraçado também pelo Carnaval da Cultura”, afirma o secretário de Cultura da Bahia, Jorge Portugal.


CARNAVAL DO PELÔ homenageia o centenário do primeiro samba gravado e abre espaço para pluralidade de estilos

Para homenagear o ritmo musical genuinamente brasileiro, o Carnaval do Pelô reunirá os grandes bambas da Bahia nos palcos dos Largos do Pelourinho, Tereza Batista, Pedro Archanjo e Quintas Berro D´Água, em uma grande festa que será aberta por Paulinho da Viola, Roberto Mendes e Samba Chula João do Boi na sexta-feira, 05 de fevereiro. Eles fazem o show Trajetória do Samba. Até a terça-feira de Carnaval, nomes como Riachão, Nelson Rufino, Juliana Ribeiro, Cacau do Pandeiro, Walmir Lima, Raimundo Sodré, Gal do Beco e Claudete Macedo homenagearão o ritmo musical genuinamente brasileiro.

“Quando eu digo samba, estou falando da gravação do primeiro samba, Pelo Telefone (Donga) porque o samba propriamente dito surgiu muito antes. Na verdade, o samba nasceu na Bahia, no Recôncavo Baiano. Ele foi levado para o Rio de Janeiro pelas três tias baianas. É um ciclo que fecha com algumas participações de conterrâneos e a expressão popular mais conhecida da nossa cultura – que é o samba e todos os seus desdobramentos, partido alto, pagode, samba-canção e bossa nova – tem essa raiz comum que é o Recôncavo Baiano. Então, essa homenagem é uma homenagem da Bahia, da Secretaria Estadual de Cultura e da alma profunda do secretário”, afirma Jorge Portugal.

Para além da homenagem, artistas e grupos dos mais variados estilos musicais se apresentam no Centro Histórico. Nomes como BaianaSystem, Lazzo Matumbi, Armandinho, Gerônimo, Scambo, IFÁ Afrobeat, Bailinho de Quinta, Larissa Luz, Diamba, Paula Lima, Peu Meurray, Ivan Huol, Ana Mametto, Ganhadeiras de Itapuã, Carla Visi, Márcia Short, Band´Aiyê, Zezé Motta e Adão Negro estão entre as atrações, que transitam pelos ritmos afro, afro pop, antigos carnavais, arrocha, axé, baile infantil, guitarra baiana, hip hop, orquestra, pop rock, reggae, samba.

No sábado, dia 06, Armandinho Macedo, Gerônimo Santana e Vânia Bárbara fazem o show Axé Música Forte, em uma noite que o público também irá se divertir ao som de Paulinho Boca, André Macedo e Cláudia Cunha. O samba pede passagem com a apresentação de Nelson Rufino, Juliana Ribeiro e Adão Negro. No domingo, dia 07, as Ganhadeiras de Itapuã sobem ao palco do Largo do Pelourinho ao lado de Zezé Motta e da cantora Aiace Félix, no show Toda Mulher é Chica da Silva. A noite contará, ainda, com shows de Alexandre Leão, Moreno Veloso e Targino Gondim, além do reggae de Dionorina.

As marchinhas, o carimbó e a animação de Bailinho de Quinta, Marcela Bellas e Felipe Cordeiro abrirão a festa na segunda-feira, dia 08. Na sequência, Ana Mametto, MagaryLord e Adelmo Casé fazem o show Multidão, Música e Alegria. A voz marcante de Lazzo Matumbi encerra a noite, ao lado de Tote Gira e Bagunçaço, com o Batuque do Coração. A terça-feira, dia 09, abre espaço para as inovações na música da Bahia, capitaneada por um de seus maiores expoentes nos últimos anos, a banda BaianaSystem, que tem feito grandes apresentações no Carnaval do Pelô. O público também irá se divertir na folia democrática ao som de Márcia Short, Aloísio Menezes, Nadjane Souza, I.F.Á Afrobeat, Band’Aiyê e Dão.

Serão 15 grandes shows no palco principal do Largo do Pelourinho, montado em frente à Fundação Casa de Jorge Amado. Além dos shows de abertura e encerramento – Paulinho da Viola e BaianaSystem, o credenciamento do Carnaval da Cultura selecionou 13 projetos compostos por três artistas, promovendo encontros musicais memoráveis e inusitados. Nas ruas do Centro Histórico, a animação será garantida por 22 grupos musicais – banda de percussão, bandão e bandinha de sopro e percussão – e 10 grupos performáticos. Juntos, eles valorizam a tradição dos antigos carnavais de rua e abrem alas na folia para os mais variados estilos musicais. “O credenciamento democratiza a festa, porque dá uma chance igual de trabalho a todos os músicos e artistas. Não tem indicação. É uma comissão especializada que faz a curadoria entre os projetos habilitados”, pontua Arany Santana, diretora do CCPI.

Uma das novidades deste ano é a inclusão da categoria Baile Infantil, que foi contemplada com quatro propostas, com repertório de músicas infantis e atividades recreativas para agitar a criançada que vem curtir o Carnaval do Pelô junto com as famílias. Os bailinhos acontecerão de sábado à terça de Carnaval, sempre às 15h30, no Largo Pedro Archanjo.

“As estrelas trazem brilho para nossa festa, mas o grande conteúdo do Carnaval da Cultura é poder ver de perto a excelência do trabalho dos artistas da terra. Nos cinco dias de programação, teremos quase 200 músicos só no palco principal, sem falar nas equipes técnicas; então é uma responsabilidade grande cuidar desse evento que é a grande vitrine de nossa produção musical, em sua diversidade”, remonta Arany. A programação do Carnaval do Pelô é inteiramente gratuita.

O processo de credenciamento do Carnaval 2016 selecionou 106 projetos através de uma curadoria composta pelo produtor musical, radialista e músico André Simões, o Andrezão, o radialista Cristóvão Rodrigues, os músicos Antenor Cardoso e Ademar de Andrade, o ator Fábio de Santana e a coordenadora de eventos do Centro de Culturas Populares e Identitárias da SecultBA, Thelma Chase. Os classificados participam dos projetos Carnaval Pipoca e Carnaval do Pelourinho.

O apoio da SecultBA é para o carnaval com atrações culturais voltadas para o folião que não veste abadá. Um carnaval da maioria, afinal o folião pipoca compõe o público majoritário do Carnaval de Salvador e, portanto, merece toda a atenção.


CENTENÁRIO DO SAMBA inspira decoração do Pelô

A arte no Carnaval da Bahia vai muito além da música e da dança. Transita também pelo universo das artes plásticas. Por isso, a homenagem aos 100 anos de Samba terá formas e cores traduzidas na decoração das ruas e largos do Pelourinho. O artista visual, designer e cenógrafo Ray Vianna assina o projeto, que tem como marco o centenário de gravação do primeiro samba no Brasil, Pelo Telefone, música composta por Donga. Personagens das diferentes vertentes do samba e instrumentos como violão, cavaquinho, pandeiro, marcação e notas musicais integram a decoração, que irá compor uma unidade colorida, alegre e vibrante. Foram utilizados 750m² adesivos, 220 m² de lonas, 220 folhas de compensado, 715 metros de nylon amassado e 66 refletores de luz para produzir a decoração, que contará também com 20 bonecos de 4,4 metros, representando personagens sambistas.

“Conceitualmente, procuramos mostrar a diversidade do samba. Ao mergulhar na pesquisa, encontramos um universo enorme a ser explorado, como os tipos de samba - samba de roda, samba chula, samba de breque, samba enredo, bossa nova - e os sambistas que podem ser a baiana do recôncavo, o cara de camisa listrada ou o destaque da escola de samba, dentre outros", afirma Ray Vianna. O artista foi o responsável pela criação da identidade visual da Timbalada, e por diversas obras que adornam espaços públicos de Salvador, como as tulipas brancas gigantes na praça da Av. Garibaldi; a obra “Odoyá”, dorso de peixe feito em aço e instalado em frente à praia do Rio Vermelho e o Caramuru-Guaçu, escultura em aço localizada em Piatã.

Mais de 90 entidades são apoiadas pelo OURO NEGRO

Ao todo, 94 entidades carnavalescas dentre blocos afro e de índios, afoxés e grupos de samba e reggae de Salvador foram contemplados pelo programa gerido pela Secretaria de Cultura, com objetivo de apoiar seus desfiles em todos os circuitos do Carnaval da capital. Criado há oito anos, o Ouro Negro reconhece o legado e a importância da cultura negra e indígena para o Carnaval e mantém o apoio para garantir a presença do espetáculo de beleza e simbolismo que esses blocos fazem na avenida.

O Carnaval Ouro Negro é de vital importância para as entidades baianas de matrizes africanas. Essas agremiações, em especial as médias e pequenas, têm grande dificuldade de obter patrocínios. As agremiações apoiadas pelo programa desfilam nos três circuitos da folia: Batatinha (Centro Histórico), Dodô (Barra) e Osmar (Avenida Sete).

Entre as 94 entidades credenciadas pelo programa, estão os afros Bankoma, Cortejo Afro, Didá,Malê Debalê, Muzenza, Os Negões e Okanbi; os blocos de samba Alerta Geral, Alvorada, Reduto do Samba e Quintal do Samba; o afoxé Filhos de Gandhy, os blocos de índios Apaches do Tororó e Comanche do Pelô e os blocos de reggae Aspiral do Reggae e Reggae - O Bloco. A lista completa das entidades apoiadas pelo Ouro Negro está disponível no site da SecultBA: www.cultura.ba.gov.br.


CARNAVAL DA CULTURA

O Carnaval da Cultura 2016 é o carnaval da democracia e da diversidade, que leva para as ruas, durante todos os dias e circuitos da folia, a mistura de ritmos e gêneros musicais e, principalmente, a estética e a arte de diferentes artistas, grupos e entidades culturais da Bahia. São centenas de atrações e shows gratuitos de afoxé, samba, reggae, axé, pop, MPB, fanfarras e muito mais. É diversão garantida para todos os gostos e estilos no espaço público da rua para alegria do folião. O Carnaval da Cultura – uma realização da Secretaria da Cultura do Estado da Bahia, por meio do Centro de Culturas Populares e Identitárias (CCPI) – está organizado a partir de quatro programas: Carnaval do Pelô, Carnaval Ouro Negro, Carnaval Pipoca e Outros Carnavais. A programação completa de nossa festa está disponível nos sites www.cultura.ba.gov.br e www.carnaval.bahia.com.br.

NANOTRIOS SÃO NOVIDADE NESTE CARNAVAL E PROMETEM CONQUISTAR O FOLIÃO PIPOCA



Encontro de microtrios e nanotrios acontece quinta-feira (4) no Terreiro de Jesus como parte da programação do Carnaval da Cultura


Peu Meurray é uma das atrações de nanotrios, que compoem as ações do Carnaval Pipoca do Governo do Estado, através da SecultBA (Crédito: Acervo Peu Meurray)


O nome vem causando curiosidade e muitos deduzem o que seja, mas a certeza mesmo é que os nanotrios são a novidade da folia sem cordas que ganha as ruas. Os nanotrios são veículos de tração humana (empurrado por pessoas ou movido com uso de pedal), sem palco, mas com sonorização, iluminação cênica, decoração e alegoria carnavalesca e contam com o apoio do programa Carnaval Pipoca, promovido pelo Governo do Estado por meio da Secretaria de Cultura (SecultBA).

Os nanotrios estreiam nos circuitos da festa cinco deles que, ao lado de sete microtrios, dão um show à parte de criatividade e somam pontos a favor do quesito diversidade na cena cultural da Bahia. Na categoria Microtrios, foram selecionados o Microtrio 100 anos de Samba - Bambas da Bahia; Peixinho Elétrico e Chico Gomes; TukTuk Sonoro no Carnaval Pipoca de Salvador; Garampiola; Baianafolia; Rural Elétrica; e o Microtrio de Ivan Huol - Uma Família Colorida. Este último projeto comemora 20 anos em 2016 e foi o primeiro microtrio de Salvador. Segundo os organizadores, a apresentação promete um carnaval longe de rótulos, sendo o repertório composto por músicas da “época de ouro” do carnaval tri-eletrizado - canções de Moraes-Armandinho-Dodô e Osmar - além dos clássicos da “pré-axé”, sem esquecer de tocar o axé, frevo, reggae, pop-rock nacional e internacional, baladas, MPB, sambas, forró e outras experimentações musicais.

Já entre os nanotrios, estão o Rixô Elétrico de Fred Menendez, projeto de música instrumental que vai apresentar uma mistura de ritmos, além do Arrastão Multicultural Guiné Bahia; Peu Meurray e o Coletivo Gente Boa se Atrai; Tabuleiro Sonoro e o Bicicletrio, este último movido a pedais e tendo à frente a banda Arapuka, que irá desfilar figurinos inusitados para apresentar canções do jamais esquecido Raul Seixas em ritmos carnavalescos. Todos os microtrios e nanotrios selecionados iniciam juntos seu Carnaval na quinta-feira (4) em um grande encontro no Terreiro de Jesus a partir das 19 horas. A programação completa do desfile dos microtrios e nanotrios no Carnaval da Cultura está disponível no www.cultura.ba.gov.br
.

O processo de credenciamento do Carnaval 2016 selecionou 106 projetos através de uma curadoria composta pelo produtor musical, radialista e músico André Simões, o Andrezão, o radialista Cristóvão Rodrigues, os músicos Antenor Cardoso e Ademar de Andrade, o ator Fábio de Santana e a coordenadora de eventos do Centro de Culturas Populares e Identitárias da SecultBA, Thelma Chase. Os classificados participam dos projetos Carnaval Pipoca e Carnaval do Pelourinho.

O apoio da SecultBA é para o carnaval com atrações culturais voltadas para o folião que não veste abadá. Um carnaval da maioria, afinal o folião pipoca compõe o público majoritário do Carnaval de Salvador e, portanto, merece toda a atenção.


CARNAVAL DA CULTURA
O Carnaval da Cultura 2016 é o carnaval da democracia e da diversidade, que leva para as ruas, durante todos os dias e circuitos da folia, a mistura de ritmos e gêneros musicais e, principalmente, a estética e a arte de diferentes artistas, grupos e entidades culturais da Bahia. São centenas de atrações e shows gratuitos de afoxé, samba, reggae, axé, pop, MPB, fanfarras e muito mais. É diversão garantida para todos os gostos e estilos no espaço público da rua para alegria do folião. O Carnaval da Cultura – uma realização da Secretaria da Cultura do Estado da Bahia, por meio do Centro de Culturas Populares e Identitárias (CCPI) – está organizado a partir de quatro programas: Carnaval do Pelô, Carnaval Ouro Negro, Carnaval Pipoca e Outros Carnavais. A programação completa de nossa festa está disponível nos sites www.cultura.ba.gov.br e www.carnaval.bahia.com.br.